expresso.ptexpresso.pt - 22 mai 18:16

Farmácias. Depois da corrida aos remédios chega uma quebra acentuada nas vendas

Farmácias. Depois da corrida aos remédios chega uma quebra acentuada nas vendas

Estão a dispensar-se menos medicamentos e a vender-se menos produtos de saúde e bem-estar: só nos solares a quebra ronda os 50%

No mês em que as autoridades portuguesas anunciaram os primeiros casos de covid-19 no país houve uma corrida aos medicamentos. As vendas nas farmácias registaram, por isso, um pico, ao qual, previsivelmente se seguiria uma curva descendente dado o aprovisionamento de remédios. Mas a quebra no negócio não se circunscreve aos fármacos: estende-se também aos chamados produtos de saúde e bem-estar, como protetores solares, repelentes ou hidratantes corporais, o que coloca mais uma pressão sobre um sector em que 26% dos estabelecimentos enfrenta insolvências e penhoras, segundo dados da Associação Nacional das Farmácias (ANF).

1
1