expresso.ptHenrique Raposo - 22 mai 09:49

Woodstock e Maria José Morgado

Woodstock e Maria José Morgado

A “ditadura sanitária”, diz Maria José Morgado, “pode matar-nos”. Porquê? Porque mata a liberdade, através das restrições físicas e da intrusão eletrónica. Porque mata através da pobreza que cria do nada. Porque mata logo no confinamento, as mortes paralelas e esquecidas

A gripe de Hong-Kong matou um milhão de pessoas em 1968. Reparem no ano: é o ano que inventou a “manif” estudantil. O ano seguinte, 1969, inventou a ideia de “festival” de música, Woodstock. Ou seja, os nossos pais foram dançar, fumar e fazer amor em grupo apesar da presença de um vírus bastante agressivo. Isto diz-nos o quê sobre nós, criaturas amedrontadas de 2020?

1
1