pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 22 mai 22:00

NVIDIA cria inteligência artificial capaz de recriar PAC-MAN do zero

NVIDIA cria inteligência artificial capaz de recriar PAC-MAN do zero

Para comemorar os 40 anos do PAC-MAN, os criativos da NVIDIA usaram a Inteligência Artificial para esta criar o jogo do zero, apenas a observar.

Quem não se lembra do PAC-MAN? Provavelmente, para os mais novos, a referência não é muito presente. Contudo, para aqueles que nos anos 80 assistiram ao aparecimento deste jogo no mundo Arcade, a palavra popular fica aquém para definir o tanto que se gastou em tempo e moedas a jogar este título. Agora, 40 anos depois, a NVIDIA quis prestar uma homenagem ao título da Bandai Namco.

Para tal, os criativos da NVIDIA criaram um sistema de inteligência artificial que simplesmente jogou 50.000 jogos de PAC-MAN e conseguiu recriar o jogo do zero. A IA conseguiu desenvolver a jogabilidade e toda a estrutura, respeitando a mecânica e as regras do jogo.

NVIDIA: Celebrar 40 anos de PAC-MAN com Inteligência Artificial

Quarenta anos desde que o PAC-MAN chegou ao mundo Arcade, no Japão, o retro clássico foi reimaginado, cortesia da inteligência artificial (IA). Treinado com 50.000 episódios do jogo, o GameGAN, um poderoso novo modelo de IA criado pela NVIDIA Research, pode gerar uma versão totalmente funcional do PAC-MAN, desta vez, sem um mecanismo de jogo subjacente.

Assim, isto significa que, mesmo sem entender as regras fundamentais de um jogo, a IA pode recriar o jogo com resultados convincentes. É o primeiro modelo de rede neuronal que imita um mecanismo de jogo de computador, aproveitando redes adversárias generativas, ou GANs.

A ideia é relativamente simples: como o agente artificial joga o jogo gerado por este mecanismo exclusivo, o GameGAN responde a estas ações, gerando os fotogramas em tempo real. Esse mecanismo não gera um código que é executado, mas basicamente gera fotograma de maneira coerente, à medida que as diferentes ações que estão a acontecer no jogo são reconhecidas e avaliadas.

GameGAN não quer ficar apenas pelo PAC-MAN

Ao observar o desenvolvimento destes jogos, o modelo geral aprende com os elementos estáticos do ambiente. Contudo, também respeita as suas regras. Por exemplo, ele percebe que o PAC-MAN não pode atravessar as paredes ou que quando passa por uma bola pequena, come-a.

Nesse sentido, com este sistema seria possível oferecer aos criadores uma ferramenta para criar automaticamente novos níveis para os seus jogos. Além disso, este desenvolvimento poderá permitir que os investigadores em IA tenham uma ferramenta para desenvolver sistemas de simulação para formar máquinas autónomas.

Conforme referem os criadores deste sistema, com o GameGAN poderiam “ter uma inteligência artificial que aprendesse a imitar as regras da condução e as leis da física simplesmente assistindo a vídeos e vendo como os agentes tomam certas decisões no seu ambiente”.

Segundo a NVIDIA, o jogo Pac-Man criado por esta inteligência artificial, estará em breve disponível no site da NVIDIA AI Playground.

40 anos PAC-MAN

1
1