eco.sapo.pteco.sapo.pt - 22 mai 17:29

Bolsa de Lisboa fecha a semana no verde. Ibersol dispara 77,5%

Bolsa de Lisboa fecha a semana no verde. Ibersol dispara 77,5%

Jerónimo Martins e Nos impulsionaram o PSI-20 na sessão desta sexta-feira, mas a estrela foi a dona da cadeia de fast-food Pizza Hut, que reage à reabertura da restauração.

Após uma pausa na última sessão, o PSI-20 voltou esta sexta-feira a terreno positivo, com um desempenho acima da Europa. O índice de referência da bolsa nacional foi impulsionado pelos fortes ganhos da Jerónimo Martins e da Nos. Mas a estrela foi, novamente, a Ibersol, que valorizou 16% na sessão e acumula um disparo de 77,5% na semana.

O comportamento desta ação tem sido um dos pontos de interesse do mercado português nos últimos dias“, explicam os analistas do BPI sobre a Ibersol. Lembram que “no dia 18 de maio, os cafés e os restaurantes reabriram, embora com bastantes limitações ao seu funcionamento, o que aumenta os custos e simultaneamente diminuiu as receitas, na medida em que os lugares disponíveis são menores, de forma a evitar contágios”.

“O comportamento da bolsa nacional acabou por ser menos volátil do que o dos seus pares europeus”, sublinham. O PSI-20 valorizou 0,62% para 4.241,25 pontos, num dia de pouco entusiasmo para a Europa. O Stoxx 600 e o espanhol IBEX fecharam flat, enquanto o alemão DAX e o francês CAC 40 perderam 0,1%. O britânico FTSE 100 deslizou 0,3%.

Evolução das ações da Ibersol

A Europa foi penalizada pela decisão do Governo de Pequim de introduzir medidas de segurança mais restritas no território, o que poderá provocar novas manifestações e poderá constituir um novo foco de tensão entre os EUA e a China.

Pela mesma razão, a Mota-Engil — ação mais exposta ao exterior — foi a que mais caiu em Lisboa. A construtora tombou 1,86% para 1,164 euros, enquanto o BCP caiu 1,41% para 0,097 euros e a Altri cedeu 0,63% para 4,44 euros. Em sentido contrário, a Jerónimo Martins avançou 2,31% para 15,29 euros, a Nos ganhou 2,3% para 3,374 euros e a Novabase subiu 2,1% para 2,92 euros.

1
1