expresso.ptBernardo Ferrão - 26 mar 20:12

Ninguém escapará ao contágio!

Ninguém escapará ao contágio!

Opinião

Defendi desde a primeira hora a declaração do Estado de Emergência. Perante a gravidade da crise, mais vale pecar agora por excesso do que lamentar mais tarde o que devíamos ter feito. Tenho aliás pouca paciência para os fundamentalistas que logo apontaram para os perigos da declaração preventiva do decreto. Se os números de mortos e infetados se tornarem ainda mais graves, calamitosos mesmo, pergunto se não estaríamos a abrir caminho para novos perigos e figuras, populistas e antidemocráticas, que não hesitariam em aproveitar-se da mortandade e da ineficácia das autoridades.

1
1