eco.sapo.pteco.sapo.pt - 26 mar 09:31

Nos admite três novos administradores após Luanda Leaks

Nos admite três novos administradores após Luanda Leaks

Três administradores -- Jorge Brito Pereira, Mário Leite da Silva e Paula Oliveira -- tinham anunciado a saída, em janeiro, por terem sido implicados na investigação jornalística Luanda Leaks.

A Nos tem três novos membros do Conselho de Administração, após as saídas resultantes do Luanda Leaks. A empresa de telecomunicações revelou ao mercado a integração de Ana Rita Cernadas, Cristina Maria de Jesus Marques e José Carvalho de Freitas como vogais, até ao próximo ano.

“Na reunião de dia 23 de março de 2020, o Conselho de Administração deliberou (…) cooptar Ana Rita Cernadas, Cristina Maria de Jesus Marques e José Carvalho de Freitas para o exercício do cargo de vogais do Conselho de Administração para o mandato em curso (2019-2021)”, anunciou, em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Três administradores — Jorge Brito Pereira, Mário Leite da Silva e Paula Oliveira — tinham anunciado a saída, em janeiro, por terem sido implicados na investigação jornalística Luanda Leaks, que expôs os esquemas financeiros de Isabel dos Santos.

A empresária angolana terá desviado mais de 100 milhões de euros em fundos públicos da Sonangol para uma sociedade offshore no Dubai, a Matter Business Solution, constituída por Brito Pereira e dirigida por Paula Oliveira. Mário Leite da Silva era considerado o “braço-direito�� de Isabel dos Santos nos negócios suspeitos investigados pela imprensa.

Brito Pereira foi logo substituído no cargo de chairman por Ângelo Paupério, um histórico gestor da Sonae que passou a presidir ao conselho de administração da operadora. Agora, o Conselho de Administração recebe três novos vogais para preencher os lugares que estavam vagos no atual mandato.

1
1