www.publico.ptpublico.pt - 26 mar 21:15

“Serviço Covid-19”: hotel de luxo lança pacote de quarentena, com testes incluídos

“Serviço Covid-19”: hotel de luxo lança pacote de quarentena, com testes incluídos

O suíço Le Bijou anunciou o Serviço Covid-19: pode incluir consultas médicas, cuidados de enfermagem 24 horas por dia, refeições personalizadas e testes ao novo coronavírus. Polémica de luxo à porta?

À medida que a pandemia de covid-19 se foi propagando um pouco por todo o mundo, o sector do turismo ficou em suspenso. Milhares de reservas foram canceladas e muitos hotéis optaram por fechar temporariamente.

Na Suíça, o hotel de luxo Le Bijou optou por uma estratégia diferente: lançar o pacote Serviço Covid-19 que, além da estadia (com preços entre os 700 e os 1800 euros por noite), pode incluir vários complementos, como testes ao novo coronavírus realizados no quarto, consultas médicas ou cuidados de enfermagem.

“No início de Março, as receitas caíram significativamente”, aponta Alexander Hübner, co-fundador e director-executivo da empresa, ao Washington Post.

A solução para “reagir” ao súbito cancelamento das reservas foi criar uma oferta que se adequasse aos pedidos que agora chegavam: clientes que queriam resguardar-se da pandemia num lugar luxuoso e onde pudessem ser medicamente assistidos sem ter de recorrer aos hospitais.

Os serviços “quarentena friendly incluem check-in automático, para que os hóspedes não precisem de contactar com a recepção, e serviços médicos no quarto realizados por uma clínica de saúde privada.

Os serviços podem ser adquiridos individualmente e vão de um teste ao novo coronavírus (cerca de 450€) a cuidados de enfermagem duas vezes por dia (1600€, aprox.) ou 24 horas por dia (4300€, aprox.), para além dos serviços de entrega de comida e refeições confeccionadas por um chef. Já os serviços de limpeza diários foram eliminados, e o quarto é apenas limpo antes e depois da saída dos hóspedes, cumprindo as normas de higiene e segurança impostas pelo governo suíço.

“No começo, tínhamos apenas duas reservas por dia”, avança o responsável. “Agora, aumentámos para quatro, cinco, seis por dia, e começámos, acho, há uma semana ou dez dias.”

Em entrevista ao Washington Post, acrescenta ainda que já tiveram hóspedes a pedir testes ao novo coronavírus, assim como pedidos de consultas e assistência médica. O empresário frisa, no entanto, não estar a incentivar que doentes com covid-19 se desloquem para o Le Bijou.

“Aconselhamos que fiquem onde estão, porque isso é o aconselhado pelo Governo”, diz. “Precisam de ficar em quarentena. Não devem sair se [o teste] tiver dado positivo.”

A Suíça contabiliza ao dia de hoje 11753 casos detectados e 192 mortes – o jornal local 24Heures actualiza continuamente os dados e a informação sobre a situação no país. A informação oficial do organismo suíço equiparado à Direcção-Geral de Saúde pode ser encontrada aqui.

1
1