www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 26 mar 10:21

Oi volta aos prejuízos

Oi volta aos prejuízos

Em 2019, a Oi voltou a ter prejuízos. A empresa não revela uma orientação para 2020, devido à conjuntura económica, mas também por causa da assembleia de credores prevista para este ano. - Empresas , Jornal de Negócios.
A Oi voltou, em 2019, aos prejuízos. No conjunto do exercício teve perdas de 9 mil milhões de reais (1,6 mil milhões de euros ao câmbio atual), anunciou a operadora brasileira que tem a Pharol como uma das suas acionistas com 5,5%.

Este prejuízo compara com os lucros de  24,591 mil milhões de reais (cerca de 5,175 mil milhões de euros) em 2018.

No quarto trimestre, o prejuízo foi de 2,26 mil milhões de reais (411 milhões de euros). 

No final de 2019, a dívida bruta da Oi cifrava-se em 18.227 milhões de reais (cerca de 3,3 mil milhões de euros), o que significa um agravamento de 1,8%. 

No conjunto de 2019, a receita caiu 8,7%, para 20.136 milhões de reais (3,66 mil milhões de euros), com o EBITDA recorrente a cair 23,7% para 4.464 milhões de reais (812 milhões de euros).

A Oi informou, também, que não está a fazer projeções para 2020, devido à incerteza económica causada pela pandemia da covid-19, mas "principalmente" pela iminente assembleia-geral de credores da Oi prevista para este ano, "a qual poderá deliberar sobre temas estratégicos para a companhia com potencial impacto relevante em seus negócios futuros".
1
1