blitz.ptblitz.pt - 26 mar 19:53

Rock in Rio-Lisboa aguarda fim do estado de emergência para decidir se há festival

Rock in Rio-Lisboa aguarda fim do estado de emergência para decidir se há festival

Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, partilhou uma mensagem em vídeo na qual remete a decisão do eventual cancelamento do festival lisboeta para o final do estado de emergência

Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, disse numa mensagem em vídeo partilhada nas redes sociais que a decisão do eventual cancelamento do festival de Lisboa só será tomada depois do fim do estado de emergência.

"O que eu queria compartilhar com vocês é que estamos acompanhando todos os dias os desenvolvimentos, as orientações das autoridades, não só em Portugal mas em todos os países onde temos artistas agendados para o festival", diz Medina.

Acrescenta de seguida que as montagens para o festival já tinham começado, "tiveram de ser interrompidas, como tudo": "a única decisão que foi tomada até aqui, por sugestão das autoridades, foi que vamos aguardar o fim do estado de emergência para tomar qualquer decisão definitiva. São muitos cenários possíveis".

"Uma coisa é certa: não vamos parar de sorrir, sonhar e de fazer acontecer!", escreve Medina na legenda que acompanha o vídeo, "fiquem agora por casa para que em breve a festa, a música e a magia nos volte a unir na Cidade do Rock!".

O Rock in Rio-Lisboa, recorde-se, está agendado para os dias 20, 21, 27 e 28 de junho e entre outros nomes anunciados contam-se Black Eyed Peas, Foo Fighters, Duran Duran e Post Malone.

Camila Cabello, uma das artistas que constava no cartaz, anunciou ontem que não estará presente.

1
1