pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 fev 09:00

OnePlus tenta conquistar certificação de Android para empresas

OnePlus tenta conquistar certificação de Android para empresas

De forma a chegar a novos públicos, a OnePlus está a tentar obter a certificação para empresas da Google, de forma a ser recomendada no mundo empresarial.

A OnePlus continua os seus planos de crescimento e evolução e tenta apontar agora ao mercado empresarial.

Para isso, a marca chinesa está agora a tentar conquistar a certificação para empresas do Android.

A OnePlus continua ano após ano a crescer e a apresentar novidades. No entanto, numa altura em que o mercado dos smartphones começa a abrandar e as vendas a diminuir, é importante procurar formas de chegar a novos utilizadores.

Para a OnePlus este plano está bem traçado, estando a marca chinesa a preparar-se para atacar o mercado empresarial através da certificação para empresas do Android.

OnePlus ataca uma das certificações mais exigentes do mundo Android

Criado em fevereiro de 2018, este programa pretende criar uma lista de smartphones que são recomendados pela Google para as empresas, cumprindo assim rigorosas exigências da marca americana.

Para pertencer ao programa, estes equipamentos devem preencher várias regras, de onde destacamos as seguintes (ver lista completa aqui):

  •  Android 9.0
  • 2 GB de RAM
  • 32 Gb de armazenamento interno
  • Mais de 8 horas de bateria
  • Zero-touch enrollment
  • App Drawer deve ter separador pessoal e de trabalho
  • Atualizações de patch de segurança em 90 dias
  • Suportar a versão de Android de lançamento, mais a grande atualização seguinte

Até hoje são já 139 equipamentos da Google, HMD Global, Sharp, LG Motorola e Sony que entram neste programa. No entanto, outras marcas como a OnePlus, Xiaomi, OPPO e Vivo querem também completar esta certificação. De fora ficou recentemente a Huawei, como resultado do bloqueio comercial dos Estados Unidos.

Para a OnePlus as exigências de hardware não serão problema, sendo apenas mais difícil a parte referente ao software. A marca chinesa é das que mais atualiza os seus equipamentos, no entanto, tem atrasado alguns patch de segurança, como é o caso do OnePlus 7T que continua com a versão de novembro 2019.

No entanto, estando o objetivo de certificação agendado para este ano, a marca chinesa deverá fazer de tudo para conquistar esta certificação que lhe poderá abrir as portas do mercado mais empresarial e aproveitar o espaço dado pela retirada da Huawei deste jogo.

1
1