expresso.ptexpresso.pt - 15 fev 00:00

Soluções tecnológicas para fazer bons negócios na indústria

Soluções tecnológicas para fazer bons negócios na indústria

Fibra, Data Centers, IoT, Cibersegurança, Cloud Computing e Interfaces Móveis. Todos termos que estão na ordem dos dias de hoje. Transversais aos vários setores da economia, estas tecnologias são pertinentes para o desenvolvimento dos negócios. Na Indústria também.

Num mundo interligado como aquele em que vivemos, em que os fluxos económicos se difundem à escala global com cada vez maior rapidez, a inovação é forte aliada dos negócios de sucesso. Ainda mais no setor da indústria, cuja capacidade de internacionalização é a maior entre todos e para a qual não existem, por isso, fronteiras. Agilidade, eficiência, produtividade, competitividade e sustentabilidade financeira e ambiental são hoje chave nestas organizações que encontram na tecnologia o motor para o seu desenvolvimento. E algumas soluções tecnológicas são basilares. É o caso, por exemplo, da Fibra Ótica, parte integrante das redes de banda larga de última geração que, pela sua maior capacidade, garante ligações à internet e transmissão de dados mais rápidas e seguras, bem como mais equipamentos conectados. Também Tablets e Smartphones são dispositivos de mobilidade que não servem apenas para comunicar. Seja apoiados em redes fixas ou móveis (sem fios) podem dar suporte a sistemas de gestão, produção, qualidade, monitorização e auxiliar a tomada de decisões em tempo real.

Picasa

Da nuvem às coisas

Já que falamos em redes, a Cloud ou nuvem é um conceito metafórico que define uma rede global de servidores de armazenamento de dados que, entre outras vantagens, se destaca pela sua portabilidade, um melhor custo-benefício, maior segurança e otimização de tarefas. Permite a interligação de milhões de dispositivos, o que se traduz num aumento das oportunidades para as empresas planearem a sua estratégia para o futuro, bem como a utilização de modelos “as a service”. Desenvolvidos na nuvem ao nível das Infraestruturas (IaaS), Plataformas (PaaS) e Software (SaaS), entre outros serviços, processam grandes volumes de dados (big data) e sistemas complexos de analítica operacional, com elevados graus de exigência em termos da relação entre capacidade de processamento e tempo de resolução. Por sua vez, o big data está reunido em vários centros de processamento de dados. Para se ter uma ideia da dimensão e importância destas enormes “bibliotecas digitais” basta pensar que caso se desligassem todas as existentes de um momento para o outro o mundo certamente pararia. A rapidez de acesso, a escalabilidade de infraestruturas, a disponibilidade permanente e os sistemas de segurança disaster recovery são outras das vantagens destes centros também conhecidos por Data Centers.

A Cloud Computing serve ainda de base à web da terceira geração, a Internet das Coisas (IoT), cujo potencial tem uma abrangência de conectividade em rede para além dos computadores. Objetos, dispositivos, sensores e outros artefactos podem interagir entre si e quando instalados em toda uma cadeia de produção permitem melhorar processos, quer operacionais como de gestão.

Neste contexto de tão longo alcance as questões que rodeiam a segurança dos dados são uma realidade que não deve ser ignorada mas sim gerida através de um planeamento que inclua avaliação de riscos, mecanismos de defesa externa, monitorização de intrusão e controlo dos movimentos de dados entre os diferentes sistemas existentes. Uma organização mais segura realiza backups ou cópias de segurança (seja na nuvem ou em servidores próprios), instala firewalls, recorre a assinaturas digitais ou a acessos por biometria, entre outras soluções.

Conheça todas as soluções da Altice Empresas.

1
1