desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 14 fev 12:05

Famalicão "vai dar resposta forte" frente ao Aves, garante João Pedro Sousa

Famalicão "vai dar resposta forte" frente ao Aves, garante João Pedro Sousa

Treinador da turma famalicense espera ver a sua equipa regressar aos triunfos na visita de domingo ao terreno do último classificado da I Liga....

O treinador do Famalicão, João Pedro Sousa, garantiu hoje que a equipa "vai dar uma resposta forte" frente ao Desportivo das Aves, em jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol.

Depois de ter falhado o lugar na final da Taça de Portugal, depois de empatar com o Benfica na segunda mão das ‘meias', o treinador da equipa famalicense acredita que a tarefa "vai ser complicada", mas ainda assim defendeu que toda a equipa está pronta "tanto a nível físico como emotivo".

"Vamos ter uma tarefa complicada com um adversário que vem de um resultado algo pesado e que se encontra numa posição muito complicada no campeonato. Precisa urgentemente de ganhar, mas muito sinceramente estamos muito focados no nosso processo, focados em nós e no que temos de fazer para vencer o jogo. É um jogo muito importante, depois de nas últimas semanas os resultados não terem sido o que nós desejávamos, por isso uma vitória agora é fundamental", lembrou o técnico.

João Pedro Sousa salientou também os processos utilizados por Nuno Manta Santos, treinador do Desportivo das Aves, revelando um profundo conhecimento da equipa adversária.

"Existem algumas diferenças entre o Aves de Inácio e o de Nuno Manta. O Nuno consegue estruturar a equipa de determinada forma e, dentro do jogo, consegue alterar várias vezes o sistema. Pode estar com uma linha de cinco, pode estar com uma linha de quatro e depois três médios e três jogadores na frente ou então só com três médios e mais um jogador na frente projetando o lateral. Tem várias alternativas no seu sistema. Baseia muito o seu jogo numa boa organização defensiva e a jogarem muito no erro do adversário", revelou.

O treinador do Famalicão voltou ainda a falar do jogo com o Benfica, a contar para a Taça de Portugal, abordando a arbitragem, nomeadamente o videoárbitro, e fez uma promessa.

"O árbitro que está no jogo pode errar e tem de errar como os outros intervenientes. O VAR será diferente. Não vou comentar o lance em causa [que poderia ter dado a expulsão a Taarabt por ter dado uma cotovelada a Gustavo Assunção], mas não foi pelo VAR que não passámos à final da Taça de Portugal. O Benfica foi mais competente, nós fizemos aquilo que sabíamos e o que podíamos, nas duas eliminatórias. Infelizmente, não chegou. Ficámos com a sensação nítida de que tínhamos capacidade para chegar, mas estamos mais fortes e a promessa que fazemos é que vamos regressar na próxima época para esta competição para tentar fazer melhor do que esta época", frisou.

Apesar do sentimento de frustração, o técnico garante que a equipa "está forte" e pronta para o próximo jogo e para regressar às vitórias.

O Famalicão, sexto classificado, com os mesmos 32 pontos que o Rio Ave, recebe, este domingo, às 20:00 horas, o Desportivo das Aves, último com 12, numa partida relativa à 21.ª jornada da I Liga de futebol.

1
1