rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 14 fev 13:35

Fiat Tipo 1.3 Multijet 95 cv Sport: Ao serviço da funcionalidade

Fiat Tipo 1.3 Multijet 95 cv Sport: Ao serviço da funcionalidade

Uma escolha onde pesa mais a razão que a paixão. Com a versão Sport do Tipo, a Fiat pisca o olho aos clientes mais jovens.

O Fiat Tipo é escolha de boa parte dos operadores TVDE a operar na região de Lisboa. Espaço e funcionalidade são os argumentos a favor.

Exterior

O modelo Sport ganha uma imagem agressiva graças ao spoiler traseiro - com efeito mais decorativo que funcional - e com um ligeiro prolongamento na zona inferior do pára-choques dianteiro.

A jantes em liga leve de 17 polegadas em negro acentuam o carácter dinâmico, tal como a pintura bicolor com o tecto a diferenciar-se pela cor da restante carroçaria, mas neste caso, como extra que custa 500 euros.

Não sendo o melhor exercício estilístico da italiana Fiat, não choca pela negativa, e com a versão Sport tenta cativar um público mais jovem.

Interior e motor

Não se podem esperar milagres, e por isso imperam os plásticos duros. O recurso a texturas em alguns plásticos mais visíveis nas portas alivia um pouco esta sensação “plástica”, é contudo, uma opção algo datada.

O sistema U-Connect é funcional embora muito simples, mas conta com a integração Apple CarPlay e compatibilidade com Android Auto o que representa uma importante mais valia.

Os bancos da frente são confortáveis e os traseiros acolhem realmente três passageiros. Os revestimentos em tecido são de boa qualidade, e indicam que o Tipo está vários furos acima de um modelo low cost.

De resto, o espaço justifica que o Fiat Tipo nas suas diferentes versões seja equacionado como uma escolha profissional e racional, mais do que passional. A bagageira tem 440 litros de capacidade.

O 1.3 Multijet que equipa o Fiat Tipo, debita 95 cavalos. Não sendo nem o modelo, nem o motor estreantes na Fiat, oferecem confiança ao consumidor porque não sofrem dos típicos problemas de juventude.

Este bloco de 1.3 litros tem a potência adequada ao modelo, sendo “redondo”, ajudado pela caixa manual, que peca por não incluir a sexta. Convenhamos que talvez imprimisse consumos ainda mais baixos que os 4,9 de média por nós alcançados no teste, o que é já de si, um bom sinal.

A versão testada inclui como extras a pintura bicolor e a camara de estacionamento traseira, esta, com um valor de 200 euros.

Com os extras incluídos, os impostos, despesas de legalização e IUC esta unidade tem um valor de 26.525 euros. Está em vigor uma campanha que reduz em 3.500 euros este valor.

1
1