desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 14 fev 11:56

Organização da maratona de Tóquio insta à ausência de inscritos chineses

Organização da maratona de Tóquio insta à ausência de inscritos chineses

Organizadores da prova agendada para 1 de março recomendaram corredores chineses ou residentes da China a não participarem, em virtude do coronavírus.

A organização da maratona de Tóquio, agendada para 1 de março, recomendou a todos os corredores chineses ou cidadãos residentes na China inscritos na prova que não participem na mesma, devido ao vírus Covid-19.

“Devido às mudanças nas condições para entrar no Japão, gostaríamos de pedir a todos os inscritos, residentes na China, que se abstenham voluntariamente de participar”, assinalou hoje a organização, em comunicado.

Devido à crise sanitária, desencadeada com o novo coronavírus (Covid-19), as autoridades japonesas vetaram a entrada no país de visitantes oriundos das províncias de Hubei e Zhejiang, ou a quem tenha passado por elas nas últimas duas semanas.

A organização da maratona de Tóquio oferece a participação gratuita em 2021 àqueles que estejam registados para este ano e se abstenham de participar, uma opção destinada aos 1.820 atletas residentes na China que se inscreveram.

A maratona de Tóquio deste ano tem o aliciante de ser a que antecede os Jogos Olímpicos na capital japonesa.

A Comissão Nacional de Saúde da China reportou hoje 121 mortes, nas últimas 24 horas, pelo novo coronavírus, designado Covid-19, fixando em 1.380 o número total de vítimas mortais em todo o continente chinês.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde, o número de infetados cresceu 5.090, para 63.581, na totalidade da República Popular da China, que exclui Macau e Hong Kong.

1
1