desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 14 fev 13:39

Jorge Silas: "Benfica e FC Porto? Não fiquei convencido que tivessem sido mais fortes que nós"

Jorge Silas: "Benfica e FC Porto? Não fiquei convencido que tivessem sido mais fortes que nós"

Técnico do Sporting antecipou a partida frente ao Rio Ave.

Jorge Silas antecipou, esta sexta-feira, a partida entre o Sporting e o Rio Ave, em partida a contar para a 21.ª jornada da I Liga.

Questionado sobre se Jesé e Bolasie ainda são importantes para o plantel, o técnico sublinhou que "nenhum jogador está riscado." Recorde-se que a saída dos dois jogadores é dada como certa no final da temporada.

"São jogadores com os quais contamos. O Bolasie não jogou dois jogos, mas não podemos dizer que não conta. Todos contam, mas nenhum jogador está riscado por nós. agora temos de olhar para os jogadores e para o jogo. O Bolasie até pode jogar a titular amanha, tanto ele como o Jesé estão entre os convocados.

Sobre a diferença para os primeiros, o técnico leonino enalteceu a regularidade de Benfica e FC Porto e diz não ter ficado convencido depois dos duelos com os dois primeiros da tabela.

"Eu acho que tem que ver com a regularidade dos da frente. Foram mais regulares. Quatro pontos entre ambos é muito pouco. O Benfica só perdeu com o FC Porto, não perdeu mais jogo nenhum. É difícil encontrar uma liga assim. A diferença pontual tem que ver com a regularidade. Mas somos o Sporting e temos de olhar sempre para cima. Estamos em terceiro e temos de olhar para cima e ganhar os nossos jogos. Não fiquei convencido que tivessem sido mais fortes que nós. Se for para nos equipararmos, equiparamo-nos aos grandes, até porque em confronto direto não fomos inferiores a eles."

Em relação às ausências, o técnico admitiu uma alteração de sistema. "Se Acuña não jogar provavelmente teremos de mudar o sistema, porque não temos assim tantas alternativas para jogar com um linha de cinco. Mas o Rio Ave estará preparado para os dois sistemas."

Sobre Battaglia: "O Battaglia tem-nos ajudado bastante e vai continuar a ajudar."

1
1