www.publico.ptpublico.pt - 14 fev 13:50

Sete ideias para sair esta semana

Sete ideias para sair esta semana

Folias e sabores à vista, numa maré viva de emoções com correntes para levar à letra.
TOMAR
Um carimbo, um sabor

De 13 de Fevereiro a 1 de Março

Petingas, pataniscas, moelas, fataça, bucho e pica-pau. Omeletas, bruschettas, pinchos e tábuas. Sabores para todos os gostos, incluindo vegetarianos. Tudo condensado num pequeno prato e regado por um copo de vinho – de preferência, o típico mouchão tomarense. Aí está Tomar à Prova. O roteiro de tapas e petiscos está de volta para a segunda edição. Em cada um dos 17 estabelecimentos aderentes, no centro histórico e arredores, três euros dão direito a um acepipe e uma bebida. Dão também direito a um carimbo num passaporte (descarregável aqui) que faz prova da experiência completa. A rota gastronómica está integrada no programa Dias de Thomar, que comemora os 860 anos da fundação da cidade templária por Gualdim Pais e se prolonga até 8 de Março.
Nos estabelecimentos 1.º de Maio, Adega do Bolacha, Amor Lusitano, Café Santa Iria, Café Stop, Central Tapas Café, Cervejaria Casa da Vera, Cervejaria Lusitânia, Cervejaria Noite e Sol, Cova Funda, Delícias de Sabores, Infante, Patagónia Tomar, Picadeiro, Refúgio, Taverna D'Talha e Tabernáculo do Rio.
Horário: das 17h às 23h (salvo horário específico de cada estabelecimento).
Petisco + bebida a 3€

PÚBLICO - <i>One - O Mar Como Nunca o Sentiu</i> One - O Mar Como Nunca o Sentiu Pedro Pina PÚBLICO - <i>One - O Mar Como Nunca o Sentiu</i> One - O Mar Como Nunca o Sentiu Pedro Pina PÚBLICO - <i>One - O Mar Como Nunca o Sentiu</i> One - O Mar Como Nunca o Sentiu Pedro Pina PÚBLICO - <i>One - O Mar Como Nunca o Sentiu</i> e a autora, Maya de Almeida Araújo One - O Mar Como Nunca o Sentiu e a autora, Maya de Almeida Araújo Pedro Pina PÚBLICO - <i>One - O Mar Como Nunca o Sentiu</i> One - O Mar Como Nunca o Sentiu Pedro Pina Fotogaleria Pedro Pina LISBOA
Mar português à vista

Desde 12 de Janeiro
Oceanário

Oito meses de filmagens, 11 equipas, seis embarcações e, entre pescadores, artistas e mergulhadores, mais de 40 participantes no total. Os números dão uma ideia da dimensão do projecto em que a cineasta e fotógrafa Maya de Almeida Araújo mergulhou para produzir uma obra exclusiva para o Oceanário. Especialista em captar imagens subaquáticas, viajou pelo território marítimo português, do continente às ilhas. O que os números não traduzem é o impacto e envolvência da instalação imersiva que daí resultou: One - O Mar Como Nunca o Sentiu. A artista descreve a exposição – a primeira que faz em solo luso – como “uma viagem introspectiva”. “Estamos ligados ao oceano de forma física, cognitiva e emocional porque somos manifestações da própria vida e essa sabedoria vive dentro de nós”, acrescenta. “No oceano somos um.”
Horário: todos os dias, das 10h às 19h (no Verão, até às 20h).
Visita à exposição incluída no bilhete para o Oceanário, a 19€ (adultos) e 13€ (crianças dos quatro aos 12 anos; seniores); grátis para crianças até três anos

PÚBLICO - Semana Gastronómica do Porco Semana Gastronómica do Porco Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz PÚBLICO - Semana Gastronómica do Porco Semana Gastronómica do Porco Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz PÚBLICO - Semana Gastronómica do Porco Semana Gastronómica do Porco Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz Fotogaleria Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz REGUENGOS DE MONSARAZ
Ementa a bom porco

De 14 a 23 de Fevereiro

Nos cardápios de Reguengos de Monsaraz, tem prioridade a carne de porco. Pode ser alentejano, preto ou ibérico. Vir em lombinhos, bochechas, medalhões ou lagartos. Vir acompanhado por grão, migas ou cogumelos. Receber temperos de mel, alecrim ou do alguidar. Este ano, são 22 as propostas servidas pela Semana Gastronómica do Porco – tantas quantos os restaurantes que aderem à iniciativa um pouco por todo o concelho, da vila medieval à praia fluvial.
Nos restaurantes 100 Papas, A Grelha, A Tarefa, Adega do Cachete, Aloendro, Aqui Jardim, Campinho no Monte D'Açorda, Casa do Forno, Casa Modesta, Centro Náutico de Monsaraz, Convivius, Herdade do Esporão, Moira, Monte de Palaios, O Bizaca, O Gato, Plano B, Sabores de Monsaraz, Sem-Fim, Taberna Al-Andaluz, Taverna Os Templários e Xarez.

PÚBLICO - Foto Correntes d'Escritas Fernando Veludo/NFactos PÓVOA DE VARZIM
Povoado de letras

De 15 a 23 de Fevereiro
Cine-Teatro Garrett e outros locais

Atenções literárias concentradas na Póvoa de Varzim: as Correntes d'Escritas fazem-se anunciar pela cidade no sábado, dia 15, com Vozes transeuntes nas ruas da poesia. Na terça-feira, dia 18, começam as exposições, os lançamentos de livros e as conversas. Mas a abertura oficial é no dia seguinte, com destaque para a conferência do arquitecto Álvaro Siza Vieira (às 15h) e para a primeira de dez mesas, em que Álvaro Laborinho Lúcio, António Colinas, Germano Almeida, Hélia Correia e Marta Bernardes discutem por que Já não (se) salva a literatura (às 17h30). Perto de cem autores – 30 em estreia – de 14 nacionalidades passarão pelo festival. Entre eles estão Afonso Cruz, Gonçalo M. Tavares, Jaime Rocha, José Luís Peixoto, Juan Gabriel Vásquez, Luísa Costa Gomes, Mário Lúcio, Raquel Ochoa, Ricardo Araújo Pereira, Valter Hugo Mãe e, em representação da literatura catalã, a que esta 21.ª edição dá particular enfoque, Clara Usón, Laia Martínez i López, Marta Orriols, Melcior Comes, ​Najat El Hachmi e Tina Vallès. Fora da corrente principal, há lugar para cinema, música, acções formativas, uma feira do livro e actividades para crianças e famílias. O festival entra ainda pelo comércio adentro: não se espante se entrar numa sapataria e ela estiver transformada, por uns dias, também numa livraria.
Programa completo aqui.
Grátis

PÚBLICO - Foto LISBOA
Cruzeiro desconsertado

De 22 de Janeiro a 23 de Fevereiro
Teatro Tivoli BBVA 

Imagine que acaba de embarcar num cruzeiro de sonho e dá de caras com o seu maior pesadelo no momento: o/a seu/sua ex. Agora imagine que esse reencontro dá azo a uma comédia musical em que cada elemento do outrora casal se desdobra numa dúzia de personagens, com dezenas de mudanças de figurino constantes e estonteantes (algumas duram apenas segundos). É o que acontece em Conserto para Dois aos actores Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello (este também responsável pela encenação), que são casados na vida real. Com uma carreira de sucesso nos palcos brasileiros, o espectáculo chega a Portugal com a dimensão original. Em Lisboa, está a entrar nos últimos dias e os bilhetes vão escasseando. Mas lançará âncora noutras paragens: Porto (28 e 29 de Fevereiro), Braga (4 a 7 de Março), Coimbra (10 de Março), Aveiro (14 e 15 de Março) e Figueira da Foz (20 e 21 de Março).
Horário: quarta a sábado, às 21h30; domingo, às 17h.
Bilhetes de 15€ a 27,50€

PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos PÚBLICO - Essência do Vinho, Porto Essência do Vinho, Porto Revista de Vinhos Fotogaleria Revista de Vinhos PORTO
Brinde essencial

De 20 a 23 de Fevereiro
Palácio da Bolsa

No Palácio da Bolsa voltam a ecoar os brindes de quem gosta de saborear e celebrar um bom copo de vinho, venha ele de terroir nacional ou estrangeiro. Pelos quatro dias da 17.ª edição da Essência do Vinho passam mais de 400 produtores e 4000 néctares, oriundos de Portugal e outros dez países: Bélgica, Brasil, Dinamarca, Espanha, EUA, Inglaterra, Itália, Rússia, Suécia e Suíça. O evento junta sommeliers, críticos, jornalistas e outros especialistas – entre eles, Charles Metcalfe, fundador do International Wine Challenge, e Sarah Ahmed, autora do blogue The Wine Detective – aos comuns apreciadores e curiosos. Provas comentadas, conversas e harmonizações enogastronómicas fazem parte da carta de actividades paralelas, que ascendem à meia centena.
Horário: quinta, das 15h às 20h; sexta e sábado, das 15h às 21h; domingo, das 15h às 19h.
Programa completo aqui
Bilhetes a 25€ (inclui copo de prova)

PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma PÚBLICO - Francisco Palma Fotogaleria CASTRO VERDE
Pão, pão, dança, dança

De 21 a 23 de Fevereiro
Entradas

Comunidade, tradição, animação e... panificação. Este ano, o Entrudanças elege o pão como tema da folia pré-Entrudo que, durante três dias, muda a paisagem de Entradas, no coração do Alentejo. A freguesia de Castro Verde enche-se de visitantes atraídos pelo carácter familiar de um festival que não olha a idades para pôr toda a gente a mexer com ritmos tradicionais. Valem bailes e concertos, mas também animação de rua, concurso de máscaras, passeios, sessões de contos, exposições, circo e muitas oficinas. Nestas, é possível aprender valsa, fandango, dança bourrée, cante e acrobacias. E também pôr as mãos na massa que é a arte de fazer pão.
Horário: sexta, das 18h à 1h30; sábado, das 10h às 2h; domingo, das 9h30 às 23h30.
Programa completo aqui.
Bilhetes a 15€ (dia), 10€ (só noite) e 30€ (passe), com descontos para residentes; grátis para crianças até 12 anos

PÚBLICO - Foto A Vida Invisível EXTRA: Cinema
Vidas à parte

Duas irmãs separadas. Duas existências em paralelo. Cada uma a lidar com emoções e expectativas sobre a outra. E a lutar pelos seus sonhos e a sua dignidade, no Brasil dos anos 1950. Eurídice (Carol Duarte) e Guida (Julia Stockler) são as protagonistas d'A vida Invisível, o novo filme de Karim Aïnouz. Chega aos cinemas a 13 de Fevereiro.

Mais ideias para sair? Por aqui

Guia do Lazer: feiras, festivais, música, teatro, exposições e muito mais

1
1