www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 13 fev 09:00

O Estado paralelo do futebol

O Estado paralelo do futebol

Adeptos mortalmente atropelados, bonecos enforcados, telefonemas para o sindicato dos árbitros. O Estado de Direito tem medo dos pequenos mafiosos do futebol, que construíram um “mundo” paralelo, onde a impunidade reina - Opinião , Sábado.
Escândalo! Era o que toda a gente gritaria se, por exemplo, o presidente de um banco ou de uma grande empresa divulgasse publicamente que, após a condenação de um administrador, tinha andado a trocar mensagens com o presidente da Associação Sindical dos Juízes, insinuando até que o conteúdo das mesmas eram comprometedoras para o magistrado. Sim, seria um escândalo nacional.

Provavelmente, até o Presidente da República se pronunciaria sobre isso, autênticas enxurradas de tinta seriam derramadas nos jornais. Mas como isto acontece no chamado "mundo do futebol", é como se estivéssemos a falar de uma qualquer normalidade. Aliás, ninguém faz caso de nada, apesar de, nos últimos anos, os sinais de estado de sítio serem mais que evidentes. capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 12 de fevereiro de 2020.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1