www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 16 jan 09:57

Merlin sobe quase 5% no segundo dia de negociação

Merlin sobe quase 5% no segundo dia de negociação

O mais recente membro da bolsa nacional abriu a sua segunda sessão a valorizar de forma robusta e sobe mais do que em Madrid. - Mercados , Máxima.
As ações da Merlin Properties valorizaram um máximo de 4,65% para os 13,50 euros por ação, na sessão desta quinta-feira, dia 16 de janeiro, naquele que é o seu segundo dia a negociar na bolsa nacional.

Apesar da forte valorização do título, a liquidez continua a ser escassa. Até ao momento, foram negociadas 415 ações, o que significa que a cotada tem a terceira menor liquidez da praça portuguesa no dia de hoje, apenas à frente do Benfica (28 ações negociadas) e Ramada (27 ações).

Ontem, na sua estreia em território português, a Merlin Properties teve 4.086 ações negociadas.

A empresa terá de esperar pela revisão do PSI-20, que acontece em março deste ano, para poder vir a cotar no índice. A sua entrada vai depender sobretudo de liquidez da negociação, mas Isabel Ucha, presidente da Euronext em Lisboa, admitiu que a Merlin cumpriria "facilmente" esse rácios necessários, na cerimónia de admissão à bolsa nacional.

A sua subida na bolsa nacional está a ser superior ao que se verifica na praça de Madrid, em Espanha, onde a empresa está também cotada e avança 1,30% para os 12,45 euros.

No entanto, verifica-se uma afluência muito superior às ações da imobiliária espanhola no país vizinho, do que em Portugal. Até agora foram negociadas 87.135 ações na bolsa madrilena.  

A Merlin é uma imobiliária de origem espanhola, mas que possui uma carteira de ativos em Portugal. Agora optou por passar a cotar em Lisboa para além de Madrid, Valência, Barcelona e Bilbao, seguindo o modelo de "dual listing", o que significa que negoceia com os mesmos ativos com que está presente no mercado espanhol.

O objetivo, segundo os responsáveis, é a aproximação aos investidores portugueses e os ganhos em termos de visibilidade.
1
1