eco.sapo.pteco.sapo.pt - 16 jan 09:17

Adalberto reduz consumo. Investe em painéis fotovoltaicos

Adalberto reduz consumo. Investe em painéis fotovoltaicos

A Adalberto vai apostar na instalação de 2.150 painéis fotovoltaicos, o que vai permitir reduzir o consumo. Vão garantir cerca de 40% das necessidades energéticas da empresa nortenha.

A Adalberto, líder na Europa na arte da estamparia, vai instalar 2.150 painéis fotovoltaicos na fábrica. Um investimento superior a meio milhão de euros que está intimamente ligado ao plano estratégico de sustentabilidade da empresa localizada em Santo Tirso. Segundo Susana Serrano, CEO da empresa, “os painéis estão a ser adjudicados e vão ser instalados ainda este ano, à partida em agosto”.

“Este projeto tem um retorno pay back de quatro anos e vai permitir-nos ir buscar energia para consumo próprio em cerca de 40% a 50%. O principal objetivo é conseguirmos ter um menor consumo de energia apesar de atualmente já consumirmos energia verde, uma vez que toda a energia que a empresa usa é proveniente de produção de renováveis”, destaca a CEO da Adalberto.

Susana Serrano explica que este investimento faz parte da estratégia de negócio: “Definimos três novos propósitos: sustentabilidade, responsabilidade social e inovação. Tudo o que fazemos é com base nestes pilares e neste momento estamos a dar um grande enfoque à parte de sustentabilidade”, refere. A CEO da Adalberto destaca que “a instalação dos painéis fotovoltaicos é apenas uma das ações e que existem muitas outras”.

Para além da instalação dos painéis fotovoltaicos, a Adalberto que conta com um volume de negócios de 30 milhões de euros, está a apostar num projeto “feito à medida” para a reutilização de toda a água que a empresa usa na produção. “Atualmente a nossa ETAR já faz o tratamento das águas e das descargas, mas para nós não é suficiente pois queremos fazer a reutilização da água a 100%”, adianta Susana Serrano.

A CEO da empresa explica que este projeto “depende de uma solução técnica desenhada à medida por uma empresa tecnológica, uma vez que é uma “solução que ainda não existe no mercado”. Refere que querem “ver a solução este ano”, mas que a implementação desta ETAR ainda não está definida.

A Adalberto Estampados conta com 50 anos de experiência, produz cerca de 50 a 60 mil metros de tecidos por dia, e comercializa para grandes marcas como a Inditex, Moschino, Cavallaro, Balenciaga.

  • Adalberto
  • Adalberto
  • Adalberto
  • Adalberto
  • Adalberto
1 / 5
1
1