expresso.ptHenrique Raposo - 13 jan 18:07

Do herói

Do herói

Um piloto como Paulo Gonçalves é uma janela sobre um tempo, um tempo passado?, um tempo eterno que paira sobre nós?, em que os homens são heróis, duros mas cavalheiros, fortes mas com lágrimas, como Ulisses

Porque é que a morte de um piloto de motos no meio do deserto tem este efeito emocional tão poderoso? Porque é que pessoas que nem gostam de motas e corridas ficam comovidas perante estas imagens icónicas, um homem estendido na areia, outro olhando para o céu na solidão do deserto e da sua dor?

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.

1
1