expresso.ptexpresso.pt - 4 dez 20:48

Elon Musk responde em tribunal. Chamar pedófilo a alguém é um mero insulto genérico?

Elon Musk responde em tribunal. Chamar pedófilo a alguém é um mero insulto genérico?

Elon Musk e o seu advogado dizem que sim. A questão coloca-se num processo em que o bilionário está a ser julgado

Elon Musk, o bilionário que fundou a SpaceX e a Tesla, entre outras companhias, começou a ser julgado por difamação em Los Angeles, onde vive. Está em causa saber se uma expressão como "pedo guy" (gajo pedófilo) deve ser entendida à letra ou apenas como um insulto genérico.

O caso tem origem nas operações de salvamento da equipa de futebol juvenil tailandesa que ficou presa numa caverna submarina, em 2018. Musk criou um mini-submarino que supostamente serviria para retirar as crianças da caverna, mas o aparelho acabou por não ser utilizado. Vernon Unsworth, um mergulhador britânico que vive na Tailândia e teve uma participação importante nas operações de salvamento, deu uma entrevista em que acusou Musk de ter querido chamar a atenção e o mandou meter o submarino "onde dói".

Irritado, Musk respondeu com tweets em que lhe chamava "pedo guy". Na altura, o britânico disse que talvez o processasse, mas só avançou depois de Musk, após um pedido de desculpas inicial, insistir na insinuação pérfida que, ao que tudo indica, não tinha qualquer fundamento. Musk também disse, em tom de ameaça: "Espero que ele me processe".

O bilionário chegou a contratar um investigador particular para explorar a vida privada de Unsworth, sem os resultados que esperava. Hoje garante que não tinha intenção de dizer que o britânico era pedófilo. Em tribunal, o seu advogado disse que se trata de uma mera situação de "insultos entre dois homens" - ou seja, um confronto de egos masculino - e que na Tailândia Musk apenas tinha querido ajudar.

"Fiquei perturbado", disse o próprio Musk, referindo-se ao facto de Unsworth ter dito na entrevista original que Musk tinha sido mandado embora das cavernas. "Era errado e insultuoso e portanto insultei-o de volta". Invocando as suas origens sul-africanas, explicou que a expressão que aplicou a Unsworth era um "insulto frívolo" que designava um "velho esquisito".

"Assim como eu não quis literalmente dizer que ele era um pedófilo, tenho a certeza que ele não quis literalmente dizer que eu devia enfiar um submarino no meu rabo", acrescentou Musk. Admitindo que as suas afirmações não tinham tido classe, justificou: "Eu falaria muito pouco se só dissesse coisas com sentido".

1
1