expresso.ptexpresso.pt - 4 dez 18:31

Orçamentos reduzidos abrem duas frentes de guerra na Europa

Orçamentos reduzidos abrem duas frentes de guerra na Europa

As contas abriram várias frentes de conflito na União Europeia. A Presidente da Comissão Europeia está preocupada com os cortes que a Presidência finlandesa da União Europeia propôs para as chamadas novas áreas prioritárias: defesa, digital e "economia mais verde". Já o novo comissário para os Assuntos Económicos, Paolo Gentiloni, considera um erro enfraquecer o instrumento orçamental para a zona euro durante as negociações do Quadro Financeiro Plurianual para 2021-27. Cimeira de líderes da próxima semana será dura

É já na próxima quarta-feira que Ursula von der Leyen desvenda as grandes linhas do Green Deal, o grande plano ecológico da União Europeia para atingir a neutralidade carbónica até 2050. A data foi anunciada esta quarta-feira, e tal como o Expresso tinha antecipado, a comunicação será apresentada antes da cimeira de líderes de dia 12.

Mas ao mesmo tempo que defende mais ambição política e ação para combater as alterações climáticas e pôr em marcha uma nova estratégia económica mais verde, a presidente da Comissão Europeia deixa também críticas à mais recente proposta de negociação do Quadro Financeiro Plurianual (QFP) para 2021 a 2027, aprestada pela Finlândia, que tem a presidência rotativa da União Europeia.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante

1
1