www.publico.ptpublico.pt - 4 dez 14:02

Circ tem passes mensais para trotinetes

Circ tem passes mensais para trotinetes

Empresa escolheu Portugal para arrancar com os planos mensais para quem costuma andar de trotinete eléctrica. Custam entre 9,99 e 49,99 euros.

A empresa de trotinetes eléctricas partilhadas Circ, que começou por aparecer nas ruas de Lisboa como Flash, vai ter passes mensais para quem costuma utilizar trotinetes diariamente. 

De acordo com um comunicado da empresa, esta modalidade estreia-se em Portugal, estando disponível na aplicação da Circ já a partir desta quarta-feira. E há três opções de utilização mensal, que podem ser pagas através da aplicação: o plano Light custa 9,99 euros e inclui desbloqueios gratuitos e ilimitados das trotinetes, no entanto implica continuar a pagar pela utilização da trotinete (15 cêntimos por minuto); o Smart custa 24,99 euros e tem desbloqueios gratuitos e ilimitados de segunda a sexta-feira, com direito a 30 minutos de viagem grátis por dia; e o Star, que custa 49,90 euros e inclui desbloqueios ilimitados e 60 minutos de viagem grátis por dia, de segunda a domingo. 

Actualmente, só o desbloqueio da trotinete custa um euro. Em Lisboa, o custo por minuto é de 25 cêntimos – em Matosinhos e Vila Nova de Gaia custa 15 cêntimos e em Cascais, Almada e Braga custa 20 cêntimos. 

O director-geral da empresa em Portugal, Felix Petersen, diz, em comunicado, que “milhares de pessoas viajam diariamente nas trotinetes da Circ” e que por isso querem “recompensar” os utilizadores mais frequentes. “O modelo de assinatura é uma confirmação do compromisso da Circ com Portugal e da inclusão de nosso serviço na mobilidade diária nas cidades portuguesas onde estamos presentes”, disse ainda, lembrando que a empresa “está hoje em diversas cidades portuguesas” e está a “liderar o mercado”.

No início desta semana, a empresa lançou na sua aplicação uma funcionalidade que reconhece se o utilizador está a usar capacete quando viaja de trotinete. Segundo explica a empresa, a esta nova tecnologia “combina a visão computadorizada com inteligência artificial e convida o utilizador a tirar uma selfie para usufruir de um desconto de 25% no preço final caso esteja a ser utilizado um capacete”.

De acordo com o responsável, estas medidas fazem parte de um “plano de inovação da empresa para Portugal”, reconhecendo ainda que o país é “um bom mercado” para testar novos lançamentos.

A Circ foi fundada no final de 2018 como Flash e hoje está em sete países. Em Portugal, além de Lisboa, está também presente em Almada, Cascais, Figueira da Foz, Vila Nova de Gaia, Matosinhos e Braga.

As trotinetes começaram a chegar à capital há cerca de um ano e, desde então, o mercado tornou-se fortemente concorrencial, ao ponto de algumas empresas terem desistido de operar em Lisboa, como a sueca Voi que deixou mesmo o país no final de Outubro

1
1