www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 4 dez 19:00

Tão natural e tão perigoso

Tão natural e tão perigoso

Sabemos que hoje é moda ser vegan, mas também sabemos que associado a isto há ainda um mundo de cegueira e de desinformação que só pode dar mau resultado. Por isso, há que desmistificar a abordagem deste tema. Sem rodeios - Opinião , Sábado.
O principal tema da revista desta semana é o veganismo, melhor, os perigos do veganismo. Assim mesmo, sem rodeios ou paninhos quentes. Sabemos que hoje é moda ser vegan, mas também sabemos que associado a isto há ainda um mundo de cegueira e de desinformação que só pode dar mau resultado. Por isso, há que desmistificar a abordagem deste tema (como já fizemos com as medicinas alternativas), porque ser vegan não é (sempre) sinónimo de vida saudável. Sobretudo quando estas opções de vida são tomadas por ou para crianças, por ou para adolescentes. E quando se avança para tudo isto sem aconselhamento profissional e sem seguir uma dieta de substituição, verdadeiramente de substituição. A investigação da SÁBADO mostra-lhe o lado negro do veganismo.


O entrevistado constipado
Foi uma manhã dura para Sérgio Sousa Pinto, não porque o registo da entrevista da SÁBADO tenha sido esse, mas porque, por azar, estava bastante engripado. Louve-se o socialista que não adiou a entrevista, limitando-se a pedir para tomar café antes da conversa para contrariar o efeito dos medicamentos. Mesmo doente, o deputado não frustrou as expectativas: se há socialista independente, Sousa Pinto parece encaixar na perfeição no molde. Basta ler o que ele defendeu, o que ele criticou, o que ele disse à editora executiva Maria Henrique Espada. De leitura obrigatória.

A editora executiva Maria Henrique Espada com o deputado do PS Sérgio Sousa Pinto

Ao telefone com o Sr. Moonspell
Falar ao telefone durante duas semanas com o vocalista dos Moonspell, Fernando Ribeiro, em digressão pela Europa, foi uma aventura, apesar de a jornalista Susana Lúcio não ter saído da redação. Não acredita? Começou com uma alerta de furacão na Grécia, que apanhou a banda a atravessar o mar Jónico e impediu a primeira conversa. Seguiram-se problemas na fronteira da Turquia e dificuldades nas estradas esburacadas da Roménia. Mas o músico falou de tudo: de política, das saudades do filho e do que vai fazer quando regressar a 16 de dezembro. E ainda mandou fotos.

Ao telefone durante duas semanas com Fernando Ribeiro, dos Moonspell

O novo ator-estrela
Antes da entrevista exclusiva com Henry Golding, o jornalista Markus Almeida recebeu um email a pedir para estar disponível até 15 minutos antes da hora acertada para falarem do filme Last Christmas. Outra coisa que lhe pediram foi para não fazer joguinhos nem brincadeiras com o entrevistado... Perto do fim da entrevista, Markus perguntou a Golding o que era aquilo. A resposta: como o filme está carregado de músicas de George Michael, parece que alguns jornalistas têm abusado de perguntas do tipo: "Qual é a sua canção preferida dos Wham?" O que pode de facto ser maçador. E não é que perguntámos também? Faith é a preferida.


A operação encoberta
Parece estranho, mas ainda não sabemos tudo o que se passou no processo das armas de Tancos – a PJ e o MP esconderam uma operação secreta capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 04 de dezembro de 2019.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1