www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 4 dez 11:30

Os 30 eleitos da 4.ª edição do Portugal Digital Awards

Os 30 eleitos da 4.ª edição do Portugal Digital Awards

Pela primeira vez este houve um sessão de pitch para os trinta projetos considerados de maior qualidade, selecionados a partir de 113 candidaturas.
Gabriel Coimbra, country manager da IDC Portugal, destaca que o formulário de candidatura foi consultado por meia centena de empresas. Esta 4ª edição dos Portugal Digital Awards tem o seu momento alto com a entrega de prémios a 9 de dezembro de 2020 na Academia das Ciências de Lisboa. Os Portugal Digital Awards são uma iniciativa do Jornal de Negócios e da IDC, em parceria com a Axians.

Qual é o balanço que faz desta edição dos Portugal Digital Awards em termos de qualidade dos projetos, do número de candidatos?
A 4ª edição dos Portugal Digital Awards bateu mais uma vez todos os recordes, o formulário de candidatura foi consultado por mais de 500 organizações, recebemos mais de 200 candidaturas e a IDC validou 113 candidaturas, mais 11% do que a edição do ano passado. Destas 113 candidaturas, 30 foram selecionados para a fase final.

A qualidade dos projetos tem vindo a aumentar, e neste sentido decidimos introduzir uma sessão de pitch para 30 projetos que, na perspetiva do júri, foram de facto projetos de qualidade.

Entrega dos Prémios Digital Awards a 9 de dezembro

9 de dezembro vai ser o dia dos Portugal Digital Awards com a entrega dos prémios, uma cerimónia que terá lugar na Academia das Ciências de Lisboa, a partir das 14:30. No decurso do evento serão anunciados os projetos vencedores mais disruptivos e inovadores das organizações nacionais, no contexto da transformação digital, numa tarde que vai contar ainda com a participação de oradores especialistas, apresentações inspiradoras e partilha de conhecimento.

Para inscrições no evento: https://cofinaeventos.com/portugaldigitalawards/


Como é que decorreu o pitch e qual foi o contributo para a escolha dos vencedores?
A sessão foi fantástica, em uma manhã foi apresentado ao júri os 30 projetos, momentos fundamental para análise e decisão do júri.

Estas candidaturas são provavelmente a ponta do iceberg da transformação digital em Portugal. Mas é possível retirar algumas conclusões do estado da arte da transformação digital em Portugal?
Com base centenas de entrevistas realizadas junto de médias e grandes organizações nacionais ao longo do primeiro semestre de 2019, a IDC prevê que em 2020, 40% das organizações nacionais já terão o digital embebido nas suas estratégias de negócio, transformando os mercados e redesenhando o futuro por via de novos modelos de negócio e do lançamento de produtos e serviços suportados digitalmente. Apesar desta evolução no mercado nacional, a mesma previsão ao nível mundial aponta para 55% das organizações, ou seja, Portugal precisa acelerar ainda mais a sua maturidade digital.


Quem são os trinta eleitos

Para Paulo Ferreira, diretor executivo da Axians, esta edição dos Portugal Digital Awards "voltou a superar as expectativas, tanto ao nível do número de candidaturas como da qualidade e impacto dos projetos apresentados". Sublinhou que "os finalistas apresentaram verdadeiros casos de transformação digital para as suas organizações e, inevitavelmente, para os cidadãos que servem todos os dias. Este sucesso assenta em duas palavras: visão e compromisso, das pessoas e equipas envolvidas neste notável e crescente movimento de inovação".

Abertura de Conta da Novo Banco
Analytics da SIBS
API da SIBS
App Caixa Direta do Caixa Geral de Depósitos
App Caixa Easy P2P da Caixa Geral de Depósitos
Bupi da Instituto dos Registos e do Notariado, I.P.
Câmara de Penhoras SIBS
Chat Bot da Seguro Direto
CNCP da ESPAP
CrediSimples do Banco Santander
Credit Card Family do BPI
Crédito Habitação do Banco Santander
Crédito PME da Novo Banco
DABOX da Caixa Geral de Depósitos
Faustudo da Fidelidade Seguros
Fidelidade Pets da Fidelidade Seguros
Go Now do BPI
H2OQuality da EPAL
Just in caseda Fidelidade Seguros
Manutenção Peditiva X.FIT da EDP Produção
Nova App da Millennium BCP
Open Banking do BPI
PIC SPMS
Process Intelligence da EDP
Siga da Instituto de Informática
SignNow do BPI
Simulador Credito da Eurobic
Skipper da EDP - Gestão da Produção de Energia
Smart Drive da Fidelidade Seguros
Wearable da EDP

A reunião do júri conduziu à escolha dos projetos vencedores. A reunião do júri conduziu à escolha dos projetos vencedores. Mariline Alves

Os membros do júri

Céline Abecassis Moedas, diretora da Formação de Executivos e professora Associada na Católica-Lisbon.
Patrícia Candeias, Diretora para a inovação do Museu das Comunicações.
Patrícia Lopes, associate dean da Porto Business School e professora auxiliar da Faculdade de Economia do Porto.
André Veríssimo, diretor do Jornal de Negócios.
Bernardo Rodo, Diretor-Geral da OMD.
Bruno Horta Soares, presidente da ISACA Lisbon Chapter e docente no Programa Digital Transformation da Católica Business School.
Fernando Bação, professor associado e subdirector da NOVA IMS.
Gabriel Coimbra, country manager da IDC Portugal.
João Dias, administrador do AICEP.
José Tribolet, professor catedrático do Instituto Superior Técnico e presidente da Comissão Executiva do INESC.
Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa.
Rogério Carapuça, presidente do APDC.
Vergílio Rocha, assessor do Conselho de Administração Executivo da EDP.

Por sua vez, o Comité especial do júri é formado por Pedro Afonso, CEO da VINCI Energies Portugal, Francisco Barbeira, administrador executivo do BPI, Rogério Campos Henriques, vice-presidente da Comissão Executiva da Fidelidade. O Comité especial não participa nas votações dos prémios.

1
1