pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 10 nov 08:00

Microsoft volta a alertar! É urgente atualizar o Windows 7

Microsoft volta a alertar! É urgente atualizar o Windows 7

Para proteger os utilizadores e garantir que as falhas não são exploradas, a Microsoft tenta manter controladas as atualizações. Para os proteger a Microsoft está agora a aconselhar que seja feita a atualizações de segurança o Windows 7.

Não são raros os problemas de segurança do Windows, muitas vezes sérios e a afetar milhões e utilizadores. Dada a sua grande utilização, facilmente qualquer falha tem um impacto muito grande.

O BlueKeep volta a atacar a Microsoft

Este novo alerta vem trazer, novamente, um problema que é conhecido há alguns meses. O BlueKeep foi revelado em junho e desde essa altura que têm surgido ataques. São estes que têm eventualmente motivado os alertas da Microsoft.

Com foco numa falha no RDP, este ataque permite correr código malicioso em várias versões do Windows. Ao ser explorado, rapidamente consegue infetar as vítimas e colocar malware e outros elementos perigosos. É de tal forma eficiente que nem requer a intervenção do utilizador.

É por isso que a Microsoft voltou a alertar os utilizadores dos seus sistemas operativos mais antigos. Está em curso uma nova vaga de ataques com o BlueKeep, procurando instalar um minerador de criptomoedas e outro malware.

A Microsoft está a alertar para este problema de segurança

Há já alguns meses que se vinham a detetar ondas de ataques. Estas não instalavam nenhum malware, mas sondavam máquinas com problemas. Dado que este não requer nenhuma intervenção dos utilizadores, será simples explorar remotamente esta vulnerabilidade.

Assim, é urgente seguir o conselho que a empresa voltou a emitir e atualizar rapidamente o Windows 7 e outras versões servidor. Este está próximo de perder as atualizações de segurança, ficando exposto a problemas que surjam no futuro.

Este é mais um alerta da gigante do software para este problema. Depois de lançar a atualização que o corrige, tem procurado que esta seja instalada. Os problemas recorrentes mostram que os utilizadores têm ignorado estas recomendações e permanecem assim eventualmente expostos a problemas graves.

Alerta da Microsoft: Há um milhão de PCs vulneráveis e expostos na Internet

1
1