sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 10 nov 11:18

Cosgrave, o empreendedor que não sabe quanto lucra

Cosgrave, o empreendedor que não sabe quanto lucra

Camisolas vendidas na Web Summit foram fabricadas pela empresa de Faye Dinsmore, mulher de Cosgrave.

Paddy Cosgrave voltou a ser protagonista de mais uma polémica, durante a edição deste ano da Web Summit. Desta vez, o fundador do evento tecnológico decidiu comercializar camisolas a um preço exorbitante, feitas por uma empresa detida pela sua mulher.

Camisolas muito parecidas com as que Cosgarve tem usado nas últimas edições foram postas à venda durante o evento por 850 e 780 euros. Para as crianças, foi feita uma versão que custava 240 euros. Apesar do preço, os artigos esgotaram rapidamente.

Mas um pormenor que não passou despercebido foi o facto de as camisolas de lã serem feitas pela empresa da mulher de Paddy Cosgrave, Faye Dinsmore.

Cosgrave usou a sua conta oficial no Twitter para se justificar: «A minha mulher não tem qualquer interesse em criar um negócio com objetivo de lucrar. Trata-se apenas de ajudar uma indústria que está a desaparecer na região rural onde ela nasceu na Irlanda. Muitas mulheres da sua família obtinham rendimentos através desta atividade». 

Na mesma publicação, Cosgrave identifica a loja online da marca gerida pela sua companheira, onde é possível comprar camisolas pelo mesmo preço a que eram vendidas na Web Summit. 

Confusão com os números

Este não era o único artigo à venda no site da organização: além das camisolas, era possível comprar t-shirts oficiais a 25 euros, uma garrafa de água a 30 euros e um copo de café reutilizável por 25 euros.

Mas Cosgrave não parece estar muito atento às vendas e ao impacto financeiro desta que é, acima de tudo, uma feira de empreendedorismo. O fundador da Web Summit foi confrontado pel jornal Expresso com as receitas e os lucros do evento no ano passado - apenas 353 mil e 25 mil euros, respetivamente - e não soube justifica o porquê de estes números serem tão baixos. Segundo o mesmo jornal, a Manders Terrace, dona da Web Summit, Rise e Collision, faturou €29 milhões de euros em 2018.

«Não sei. Não sou CEO de uma empresa cotada em Bolsa. Se és CEO de uma empresa cotada é muito importante estares em cima destes números todos, porque os investidores querem saber estes detalhes... mas para nós não é importante», justificou-se. 

1
1