www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 10 nov 05:00

A nova luta

A nova luta

Em quem se pode confiar? De quem não desconfiar? Está Portugal seguro? E de quê? Depois de outra morte na chefia do “pequeno jihadismo global”, muitos perguntam se a luta contra o terror não será hoje mais sinuosa, imprevisível, obscura e omnipresente. Resposta: sim e não - Opinião , Sábado.
Opapão dos últimos sete anos, Al-Baghdadi, está morto e depositado no mar, "segundo as leis da guerra" (SOCOM americano dixit).

Sucede-lhe, no comando da máfia do Daesh, a paródia demoníaca de um outro "Califa", macaqueado de regras de legitimidade vagamente "islâmicas".

É designado por uma kunya (a origem do nosso "alcunha"), ou nome de guerra ("pai de Ibrahim, membro da tribo Quraish, e do seu subclã Banu Hashim") de cobertura. Mas que parece corresponder ao ex-torcionário do SII/4ºD Saddam e "Juiz da Sharia", Abu Qardash, ou Amir al-Mawla. Como se suspeita, este comanda um "conselho de guerra", que promete continuar a infernizar-nos a vida. capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 06 de novembro de 2019.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1