visao.sapo.ptvisao.sapo.pt - 10 nov 07:00

Amor e sensores eletrónicos no filme "Technoboss", de João Nicolau

Amor e sensores eletrónicos no filme "Technoboss", de João Nicolau

Miguel Lobo Antunes é a arma secreta do novo filme de João Nicolau, um musical indie cheio de humor. Tecnoboss já se estreou nas salas de cinema

Luís Rovisco talvez se torne uma das grandes personagens do cinema português. O protagonista de Technoboss, de João Nicolau, construiu-se com características únicas, também ligadas às idiossincrasias do seu intérprete, o antigo administrador da Culturgest e do CCB, Miguel Lobo Antunes, que aqui, aos 70 anos, se estreia como ator. Esta ideia, por si só, é surpreendente. Mais surpreendente se torna quando nos apercebemos de que Lobo Antunes, mais do que fazer de si próprio, realmente atua, e até canta e dança ao longo do filme.

Technoboss é um filme centrado numa só personagem. Rovisco é o representante comercial de uma empresa de sensores de segurança e afins, que anda pelas estradas do País a vender e a dar assistência a esses apetrechos tecnológicos. Um homem experiente mas na iminência de ser ultrapassado pelo tempo. Mais do que isso, Technoboss é uma bela e feliz história de amor tardio, com muito humor e música à mistura.

Nos filmes anteriores, João Nicolau já nos habituou a um jogo fantasioso entre os limites da realidade e a representação cinematográfica. Desta vez, melhor do que nas duas longas anteriores, consegue usar esses elementos de forma a construir um objeto consistente e relativamente linear, que começa na definição forte da personagem – que nos conquista ao mesmo tempo que nos intriga. E desenvolve-se numa história simples mas cheia de pormenores enriquecedores. As cenas no carro, em que Rovisco canta admiravelmente temas falsamente naïves, compostos por Norberto Lobo, Pedro Silva Martins e Luís Martins, são espantosas. Mas toda a construção, as situações e os diálogos, da autoria de Mariana Ricardo e de João Nicolau, são espirituosos e cativantes. Isso faz de Technoboss não só a melhor longa-metragem de João Nicolau, como também a mais apetecível para o grande público.

Veja o trailer do filme

Tecnoboss > De João Nicolau, com Miguel Lobo Antunes, Luísa Cruz, Américo Silva, Duarte Guimarães > 112 minutos

1
1