www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 9 nov 05:00

Hat trick de Mourinho

Hat trick de Mourinho

Dia de Taça de Portugal, 17-0 do Belenenses aos açorianos do Vila Franca. - Opinião , Sábado.
Novembro, dia 7. É hoje. Recuemos até 1982, para uma tarde de chuva torrencial em todo o País. É fim de semana de Taça de Portugal e há um jogo adiado (Infesta-Boavista) mais sete interrompidos pela intempérie (uauuuu, sempre desejei escrever intempérie num texto de bola).

De resto, os 64 avos-de-final jogam-se de norte a sul mais ilhas, com muitas surpresas e alguns heróis. Como Amado, do Campinense – é ele que comete a proeza de ser o primeiro jogador a marcar um golo ao Benfica da época 1982/83 (sofre-o José Manuel Delgado, hoje jornalista de A Bola).

Ou como José Mário. Lançado pelo pai ao intervalo, o jovem avançado de 19 anos assina um hat trick em tão-só 41 minutos e entra por mérito próprio na ficha do Belenenses (2ª divisão, zona sul) vs. Vila Franca (distritais dos Açores), no Restelo. Acaba 17-0. Sim, 17. Que poderia ter sido 19. Sim, dezanove – o árbitro setubalense Amândio da Silva anula dois golos a Bule.

Com 8-0 ao intervalo, Mourinho Félix faz entrar José Mário. Sim, o José Mourinho. E o homem começa a mostrar serviço aos 48 minutos. Aos 80’, é o bis. Aos 88’, é o hat trick. À imagem de Avelar. Os outros 11 golos pertencem a Jorge Silva (4), Djão (2), Bule (2), Simões, Sambinha e Carlos Alberto. capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 06 de novembro de 2019.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1