pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 9 nov 01:00

Alerta! Afinal o e-mail do macOS da Apple não é privado como se pensava

Alerta! Afinal o e-mail do macOS da Apple não é privado como se pensava

Mesmo com toda a filosofia de segurança, a Apple não está imune a problemas. O mais recente, agora descoberto, dá conta de que as mensagens de e-mail do macOS não estão privadas e podem ser acedidas.

A Apple tem seguido uma linha muito rígida no que toca à privacidade e à segurança dos dados dos utilizadores. Faz questão de assegurar as mais modernas e seguras formas de manter privadas a informação.

Mesmo com toda esta filosofia, a marca não está imune a problemas. O mais recente, agora descoberto, dá conta de que surpreendentemente as mensagens de e-mail do macOS não estão privadas e podem ser acedidas.

Uma falha grave no macOS da Apple

Descoberto por Bob Gentler, este problema de segurança foca-se nas mensagens de e-mail que estão armazenadas no macOS. Ao contrário do que se pensava, as mensagens cifradas não estão devidamente protegidas. É “simples aceder” a parte destas e quebrar a segurança das mesmas.

Quem usa a app Mail da Apple está exposto e vê assim comprometida a segurança que este tipo de mensagens tem associada. Tudo está num simples ficheiro que a Siri gera e onde está a guardar este texto em claro.

Caso seja eliminada a chave de cifra das mensagens, estas continuam disponíveis e podem ser acedidas. Mesmo não sendo o acesso à mensagem completa, o problema reside em que o acesso existe e permite ler parte da mesma.

O problema de segurança está no e-mail

Apesar de ser uma falha grave, esta requer, contudo, situações específicas para os utilizadores estarem expostos. Obriga a que estejam a usar a app Mail, que sejam enviadas mensagens cifradas e que a encriptação do disco esteja desligada.

O ficheiro que está a criar o problema pode ser removido, retirando esta app das configurações de aprendizagem da Siri. Este passo de ser executado nas últimas 4 versões do macOS, sendo estas as que estão expostas ao problema.

A Apple, entretanto, já reconheceu o problema e está a trabalhar ativamente na sua resolução. A marca assumiu que certamente muito em breve terá uma solução para o problema. Este será, naturalmente, disponibilizado a todos.

1
1