eco.sapo.pteco.sapo.pt - 8 nov 16:03

Trump diz que não aceitou reduzir taxas em acordo com China

Trump diz que não aceitou reduzir taxas em acordo com China

Depois do anúncio de que a China e os Estados Unidos tinham concordado em reduzir as tarifas adicionais à medida que as negociações avançavam, Donald Trump vem dizer que ainda não aceitou os termos.

Depois do anúncio da China de que tinha chegado a consenso com os Estados Unidos para reduzir progressivamente as taxas aduaneiras adicionais sobre bens importados durante a primeira fase do acordo comercial, Donald Trump disse que ainda não aceitou tal medida.

O Presidente norte-americano confirmou, no entanto, que esta é a vontade dos chineses, segundo adianta a Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês). Trump disse, em declarações aos jornalistas esta sexta-feira, que a medida dada como certa pelos negociadores chineses na passada quinta-feira não estava confirmada.

A China tinha anunciado que concordou com os Estados Unidos reduzir “progressivamente” as taxas alfandegárias adicionais sobre bens importados um do outro, à medida que os dois países avançarem nas negociações por um acordo comercial. O porta-voz do Ministério chinês do Comércio, Gao Feng, adiantou mesmo que a anulação parcial das taxas era uma condição para a realização de um acordo definitivo.

Nesta sexta-feira, começaram a emergir informações de que o acordo estava a enfrentar obstáculos internos na Casa Branca, o que retirou algum otimismo que havia entre os investidores de que as duas partes estavam próximas de colocar um ponto final a esta disputa e levou Wall Street a tropeçar, no arranque desta sessão.

1
1