expresso.ptJoão Vieira Pereira - 12 out 08:20

Será que ainda vamos ter saudades da ‘geringonça’?

Será que ainda vamos ter saudades da ‘geringonça’?

Será que ainda vamos ter saudades da ‘geringonça’? É que, se esta acabou por ser barata e pouco ambiciosa, o Governo minoritário do PS arrisca-se a ser também pouco ambicioso mas muito mais caro

A ‘geringonça’ morreu. E com o seu funeral regressa a normalidade política. Em vez de um acordo firmado entre as esquerdas, tão diferentes entre si, com o intuito de garantir a sobrevivência política de António Costa (como tão bem explicou Francisco Assis no “Público” no seu pequeno dicionário pós-eleitoral), regressam os dias em que a política e a Assembleia da República voltam a ser centrais na governação. Mas este cenário não é necessariamente bom.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante

1
1