expresso.ptexpresso.pt - 12 out 10:40

PCP. Jerónimo assume derrota, mas avisa que está para ficar

PCP. Jerónimo assume derrota, mas avisa que está para ficar

O PCP perdeu os deputados das áreas da saúde, trabalho, finanças, defesa e transportes. Mas mesmo derrotado, o líder não vai sair

“Perdemos”, assumiu Jerónimo de Sousa na noite eleitoral. O desaire foi tão grande que quebrou a tradição comunista de cantar vitória, mesmo quando os resultados demonstram o contrário. Desta vez, a derrota era indisfarçável: 115 mil eleitores fugiram da órbita comunista, deixando a bancada parlamentar com cinco baixas. Pior ainda, a derrota atingiu as áreas da saúde, trabalho, defesa, transportes e finanças na representação parlamentar comunista. O saldo de quatro anos de ‘geringonça’ começa agora a ser feito, mas já em negativos.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler (também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso).

Torne-se assinante

1
1