www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 12 out 01:00

Foi assim que aconteceu

Foi assim que aconteceu

Em teoria, Belém cresce quando não há maiorias em S. Bento. Por isso, e também em teoria, Marcelo é um dos vencedores da noite. Na prática, a conflitualidade que se avizinha obrigará o Presidente a sujar as mãos mais do que desejava. Se alguém vai ter saudades da geringonça, é Marcelo - Opinião , Sábado.
PS – O PS venceu. Mas venceu o quê? Para começar, perdeu a maioria absoluta, o inconfessado desejo de António Costa, em circunstâncias que tão cedo não se repetem. E perdeu a possibilidade de ter um casamento pacífico com o PAN. Facto: agora, com mais deputados do que a direita, pode contar com a abstenção das esquerdas para governar. Mas será sempre uma situação de submissão, que não casa bem com o temperamento de Costa. Feitas as contas, o PS dependerá sempre das boas graças do Bloco ou do PC. Ou, ent��o, de Rui Rio. Não há razões para festejar.

PSD – Rui Rio ficou contente porque venceu as sondagens (palavra de honra). Mas também porque acredita que os 27%, apesar de vexatórios, são capital importante no grande mercado político que a legislatura promete inaugurar. Talvez não se engane, a menos que o corram de lá. capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 09 de outubro de 2019.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1