desporto.sapo.ptdesporto.sapo.pt - 11 out 22:22

Euro2020: Portugal volta a ganhar em Alvalade mais de uma década depois

Euro2020: Portugal volta a ganhar em Alvalade mais de uma década depois

A seleção portuguesa de futebol voltou hoje a ganhar no Estádio José Alvalade, em Lisboa, mais de uma década depois, ao vencer o Luxemburgo por 3-0, no Grupo ...

A seleção portuguesa de futebol voltou hoje a ganhar no Estádio José Alvalade, em Lisboa, mais de uma década depois, ao vencer o Luxemburgo por 3-0, no Grupo B de apuramento para o Europeu de 2020.

A formação das ‘quinas’ ganhou os primeiros quatro jogos realizados na nova ‘casa’ do Sporting, edificada para receber o Europeu de 2004, mas, depois disso, já ia em outros quatro encontros consecutivos sem ganhar.

O último triunfo datava de 24 de março de 2007, dia em que Portugal goleou por 4-0 a Bélgica, que nunca havia batido em jogos oficiais, com golos de Nuno Gomes, Cristiano Ronaldo (dois) e Ricardo Quaresma, na corrida ao Europeu de 2008.

Antes, Portugal havia superado a Espanha (1-0), para chegar aos ‘quartos’, e a Holanda (2-1), atingindo a final, no Euro2004, e ainda a Rússia, por imponentes 7-1, dias após um ‘chocante’ 2-2 no Liechtenstein, no apuramento para o Mundial2006.

Nos quatro encontros seguintes, a história foi bem diferente, com um empate com a Sérvia (1-1), um desaire com a Dinamarca (1-2), uma nova igualdade, com Israel (1-1), e mais uma derrota, com a França (0-1), num particular, em quatro jogos em que Portugal sofreu sempre golos nos últimos cinco minutos.

O início da relação entre a seleção das ‘quinas’ e o novo José Alvalade foi ‘mágico’, com uma vitória ainda na fase de grupos sobre a Espanha (1-0), que valeu o apuramento para os quartos de final do Euro2004, e depois com novo triunfo sobre a Holanda (2-1), nas meias-finais da mesma prova, que deixou Portugal na sua primeira final de uma grande competição.

O ‘amor’ manteve-se ‘vivo’ com uma goleada histórica sobre a Rússia, por 7-1, no apuramento para o Mundial2006, em 13 de outubro de 2004, e prosseguiu com nova goleada, por 4-0 à Bélgica, em 24 de março de 2007, ‘pautada’ por uma ‘trivela’ de Quaresma.

Meses depois, em 12 de setembro de 2007, ainda rumo ao Euro2008, na Áustria e Suíça, a Sérvia acabou com o registo 100% vitorioso de Portugal em Alvalade, ao empatar 1-1, num jogo marcado pela agressão do selecionador luso Luiz Felipe Scolari a um jogador da equipa dos Balcãs, que marcou aos 87 minutos, por Ivanovic.

Alvalade deixou, em definitivo, de ser o ‘companheiro’ favorito da seleção das ‘quinas’ em 10 de setembro de 2008, no segundo jogo de apuramento para o Mundial2010, com Carlos Queiroz no comando, saldado por uma derrota por 3-2 face à Dinamarca, que chegou ao triunfo em período de descontos.

Nesse encontro, Portugal adiantou-se aos 41 minutos, por Nani, e fez o 2-1 aos 86, por Deco, de penálti, três depois da igualdade de Bendtner, mas a Dinamarca protagonizou a reviravolta, com tentos de Poulsen, aos 90 minutos, e Jensen, aos 90+2.

Esse resultado levou a um ‘divórcio’ de cinco anos, com a Portugal a só regressar a Alvalade já no final de 2013, no caminho para o Campeonato do Mundo de 2014, mas a nova oportunidade acabou por não correr bem.

Em 11 de outubro, Portugal esteve a vencer Israel, com um golo de Ricardo Costa, aos 27 minutos, mas um erro clamoroso de Rui Patrício, aos 85, acabou por selar o empate, com o guarda-redes luso a assistir Ben Basat.

Praticamente dois anos depois, em 04 de setembro de 2015, nova chance para Alvalade e novo resultado negativo, desta vez perante a França, num particular em que Valbuena fez o único tento do jogo, novamente aos 85 minutos.

Desta vez, e perante um ‘frágil’ Luxemburgo, ainda que melhor do que a versão de há alguns anos, Portugal retomou mesmo o caminho das vitórias em Alvalade, com tentos de Bernardo Silva (16 minutos), Cristiano Ronaldo (65) e Gonçalo Guedes (89).

1
1