tek.sapo.pttek.sapo.pt - 9 out 18:30

Aleph Farms produz bife de vaca num laboratório na Estação Espacial Internacional

Aleph Farms produz bife de vaca num laboratório na Estação Espacial Internacional

A técnica de produção da Aleph replica o processo de regeneração muscular das vacas para fazer crescer carne artificial. Esta versão produzida em laboratório requer menos energia, água e ...

A produção de carne em laboratório já não é um sector 100% terrestre. A Aleph Farms conseguiu criar carne num laboratório espacial pela primeira vez, a bordo de uma secção russa da Estação Espacial Internacional. O bife de vaca foi finalizado no passado dia 26 de setembro, com a ajuda de uma bioimpressora da 3D Bioprinting Solutions.

A técnica de produção da Aleph replica o processo de regeneração muscular das vacas para fazer crescer carne artificial. No espaço, a única diferença face ao processo terrestre, é o processo de maturação da carne, uma vez que o bife pode ser "imprimido" por todos os lados em simultâneo, dado que o "factor gravidade" não tem qualquer peso neste ambiente.

Note que este bife não está pronto para ser produzido em massa. Yoav Reisler disse, no entanto, em conversa com o portal Space.com, que a empresa planeia continuar a desenvolver o processo para que a carne possa estar disponível para consumo em todo o mundo. O responsável pelas relações públicas da empresa adianta que esta imagina o seu futuro com largas "biofábricas" onde a carne será "imprimida" e de onde será distribuída.

A iniciativa da Aleph mostra também que a carne artificial pode ser uma solução alimentar para os astronautas, que ainda têm de se resignar a alimentos que, por vezes, podem não ser suficientes para lhes providenciar a proteína necessária à manutenção do tecido muscular - muito importante durante missões espaciais de longa duração.

O mais importante deste conceito é a redução do impacto ambiental, isto quando o consideramos uma alternativa às formas industriais de obtenção de carne animal. Esta versão produzida em laboratório requer menos energia, água e terreno, o que pode também solucionar crises de escassez de alimentos.

Newsletter Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email. Na sua rede favorita Siga-nos na sua rede favorita.
1
1