rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 9 out 10:31

Renan garante que o Sporting não era mal orientado com Keizer

Renan garante que o Sporting não era mal orientado com Keizer

O guarda-redes brasileiro revela as ajudas a Coates e explica a instabilidade defensiva com o momento da equipa: "Estávamos numa situação em que a bola batia na trave e entrava."

Renan Ribeiro garantiu, esta quarta-feira, que Marcel Keizer não era um mau treinador para o Sporting. O problema, explicou o guarda-redes, foram o início de época e os momentos que ditam o rumo de uma equipa.

"Keizer foi um bom profissional para nós, a nossa equipa não era mal orientada. Mas a vida tem momentos. A época não começou de forma excecional, mas acredito que com o tempo estamos a olhar em frente, a trabalhar e a lutar, é assim que vamos evoluir", afiançou o guardião, à margem do treino do Sporting, em declarações aos jornalistas.

Agora, "quando muda o treinador, há outro pensamento e outra atmosfera" e o Sporting tentará capitalizar com isso: "O Silas parou de jogar há pouco tempo e sabe tudo o que acontece dentro de campo e no balneário. Vai ajudar-nos bastante. Temos estado a trabalhar forte, para cada vez mais assimilarmos a forma como temos de jogar."

A analogia da trave

Renan explica os problemas defensivos do Sporting com o "momento".

"Entro no jogo para ganhar, o que importa são os três pontos. A nossa equipa vinha a sofrer muitos golos, mas tem a ver com o momento. Normalmente, a bola bate na trave e sai. Nós estávamos numa situação em que a bola batia na trave e entrava. Estamos a trabalhar para fazer cada vez mais golos e sofrer cada vez menos", afiançou.

O guarda-redes salientou, contudo, que "o setor defensivo não é só a linha defensiva, começa no ataque", tal como "no ataque também precisam da defesa", pelo que "a equipa tem de ser compacta".

"Dentro de campo, temos de ser mais exigentes, falar mais, porque só assim é que conseguiremos estar melhor posicionados.

Quanto a Coates, que arrancou a temporada com grande infelicidade, com três penáltis cometidos e dois autogolos, Renan garantiu que toda a equipa tem trabalhado para ajudar o central uruguaio a levantar-se:

"É uma família, uma união. Se um está a sofrer, todos sofrem. Se um está feliz, todos estão felizes. O Coates não vinha a passar por um momento tão feliz, mas estamos a ajudá-lo. O Coates é um líder para nós. Ele tem história no futebol, eu respeito-o e admiro-o. Ele é muito humilde e guerreiro, ele sabe quando não está bem e trabalha para melhorar."

1
1