www.publico.ptpublico.pt - 9 out 16:46

Intercasa quer deixar de ser só mobiliário e chegar ao público mais jovem

Intercasa quer deixar de ser só mobiliário e chegar ao público mais jovem

Maria João Arruda garante que o objectivo é descolar o evento do seu passado, tornando-o numa feira de ambientes.

A decoração é mais do que uma questão estética e hoje é considerada um elemento essencial à vida em casa. Foi a partir desta ideia que a Intercasa, a maior feira de mobiliário de Lisboa, se reinventou e acrescentou ao seu nome as palavras Living & Design. O objectivo deste ano é alcançar o público mais jovem, avança Maria João Arruda, gestora da feira, que teve início nesta quarta-feira e prolonga-se até ao próximo domingo, na FIL, no Parque das Nações. 

Segundo Maria João Arruda, a Intercasa é agora “uma feira de ambientes”. Com a ambição de alcançar o público mais jovem, incorpora novos espaços: o Boho Chic, o Vintage e o LxDesign. “Com a ideia de sustentabilidade, existem cada vez mais jovens a tentar pegar em peças antigas e a recuperá-las, também pelo valor histórico. Assim, é muito importante ter esse segmento na feira”, justifica.

Mais do que olhar para a decoração como uma montra, importa vivê-la, defende a gestora. “Chegar a casa e sentir que é ali a nossa paz e o nosso descanso. A decoração pode, cada vez mais, rodear-nos nesse sentido”, defende ao PÚBLICO.

O “Saiba na Hora!” é outra das grandes novidades deste ano: um serviço de aconselhamento gratuito personalizado em várias áreas, como decoração, pintura, climatização, etc. “Vem exactamente ajudar os casais mais jovens, porque neste momento há uma tendência de comprar casas e remodelá-las. Sentimos muito que olhavam para a feira só como uma exposição”, reconhece Maria João Arruda. O serviço tem lotação quase esgotada. A inscrição deve ser feita na página oficial da Intercasa.

São esperados cerca de 55 mil visitantes nos cinco dias de feira, adianta a gestora. “O tipo de público que nós procuramos é um público mais jovem, mais cosmopolita, mais trendy. Portanto, estamos a descolar um bocadinho a feira do seu passado e levá-la a novas gerações”, reforça.

Além da decoração

As três embaixadoras do evento, que segundo Maria João Arruda são o “espelho do Living”, são responsáveis pela dinamização diária das Living Talks. Mafalda Galamas, autora do blogue Decoralista, vai abordar questões das regras e da criatividade na decoração. Já Vanda Boavida trará, ao auditório da Intercasa, o Feng Shui, através do exemplo da casa de Cristiano Ronaldo. O tão aclamado método de organização Marie Kondo será apresentado pela organizer Rafaela Garcez. 

Cor é o tema da edição deste ano, “sempre um elemento tendência”. Os workshops e showcookings dão cor aos cinco dias da feira. José Cardoso, director do Portal Decor, vai explorar o conceito de cor, o impacto no ser humano e as tendências de cor na decoração. Catarina Braz vai ensinar a decorar um quarto infantil Montessori, o método pedagógico em voga.

PÚBLICO - Mafalda Galambas vai abordar questões como a criatividade na decoração. Mafalda Galambas vai abordar questões como a criatividade na decoração. DR PÚBLICO - Rafaela Garcez vai ensinar os truques do método Marie Kondo. Rafaela Garcez vai ensinar os truques do método Marie Kondo. DR PÚBLICO - Vanda Boavida vai usar como exemplo do Feng Shui a casa de Cristiano Ronaldo. Vanda Boavida vai usar como exemplo do Feng Shui a casa de Cristiano Ronaldo. DR Fotogaleria DR

Com o público “trendy e cosmopolita” em vista, os showcookings com Paula Bollinger, Ana Gomes (do blogue A Melhor Amiga da Barbie) e Marta Ferreira (Martilicious food) apostam em receitas saudáveis e práticas para o quotidiano.

Texto editado por Bárbara Wong

1
1