sol.sapo.ptsol.sapo.pt - 20 set 13:36

Ventura vai à sede do PSD/Madeira exigir que dirigentes renunciem às pensões vitalícias

Ventura vai à sede do PSD/Madeira exigir que dirigentes renunciem às pensões vitalícias

“Não se pode estar contra em público e beneficiar em privado”, afirmou André Ventura.

O líder do Chega, André Ventura, deslocou-se, esta sexta-feira de manhã, à sede do PSD/Madeira, no Funchal, para exigir que os dirigentes e ex-dirigente sociais-democratas renunciem às pensões vitalícias.

“Vim aqui à sede do PSD/Madeira para exigir, pedir, solicitar, que os atuais e antigos dirigentes renunciem às suas subvenções”, afirmou André Veuntura, acrescentando que se os partidos são contra não podem ter dirigentes a beneficiar dessas mesmas pensões vitalícias.

“É uma vergonha o que se está a passar. Pessoas como o Dr. Guilherme Silva, com um passado inquestionável no PSD/Madeira, que afinal está a beneficiar de uma subvenção vitalícia. É inadmissível”, sublinhou.

Ventura defende que os sociais-democratas têm de ser claros na sua posição, “não se pode é estar contra em público e beneficiar em privado”.

O antigo militante do PSD adiantou ainda que vai desafiar todos os partidos a fazer o mesmo, ou seja, a tomar a decisão de renunciar às subvenções. Para Ventura esta é única opção que pode “beneficiar a democracia”.

“O resto é hipocrisia, o resto é isto que nós vemos: cidadãos cada vez mais afastados da politica”, sublinhou.

1
1