www.sabado.ptleitores@sabado.cofina.pt (Sábado) - 19 set 05:30

O mundo que não está na campanha

O mundo que não está na campanha

A destruição de parte da maior refinaria de petróleo da Arábia Saudita deixou o mundo à beira de uma crise energética. O tema não está na campanha eleitoral portuguesa mas vai ser mais decisivo do que o cenário a sair das urnas a 6 de outubro - Opinião , Sábado.
Bastou o poder destruidor de dois drones para deixar o mundo à beira de mais uma crise energética. A destruição de parte da maior refinaria da Arábia Saudita, um dos maiores produtores mundiais do chamado ouro negro, obrigou os EUA a recorrerem às reservas estratégicas para fazer face ao terramoto de segunda-feira nas Bolsas e no preço do crude. Daí para cá, a escalada de violência verbal e a hostilidade política entre os EUA e o Irão não têm parado.

Este é um tema que não está na campanha eleitoral portuguesa mas é muito mais importante para o nosso futuro próximo do que as promessas feitas por qualquer um dos candidatos. Se o clima de instabilidade entre os principais atores desta nova guerra-fria-bem-quente persistir, será melhor começarem a pensar que Orçamento do Estado farão, como suportarão as políticas ora prometidas, com o petróleo a ficar persistentemente acima dos 70/80 dólares (ou pior). capa Assine já a Sábado digital por 1 euro para ler este artigo no ePaper ou encontre-o nas bancas a 19 de setembro de 2019.
Se já é assinante, faça login e leia o artigo diretamente no ePaper da SÁBADO.
1
1