www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 13 set 15:47

Irlanda vê "fosso grande" entre Londres e UE. Johnson "otimista"

Irlanda vê "fosso grande" entre Londres e UE. Johnson "otimista"

Chefe de governo da Irlanda defende que "o fosso é muito grande" entre Londres e Bruxelas para que seja possível um acordo.

O primeiro-ministro irlandês considerou hoje que “o fosso é muito grande” entre o Reino Unido e a União Europeia (UE) para que se consiga chegar a acordo sobre o Brexit, mas homólogo britânico está “cautelosamente otimista”.

“Estamos a explorar o que é possível”, disse Leo Varadkar à estação pública irlandesa RTÉ, acrescentando: “O fosso é muito grande, mas vamos lutar e trabalhar por um acordo até o último momento. Mas não a qualquer preço”.

As declarações foram feitas no mesmo dia em que o jornal britânico Sunday Times noticiou que o Partido Democrata Unionista da Irlanda do Norte estaria a ceder e disposto a “aceitar que a Irlanda do Norte fique sujeita a algumas regras da União Europeia depois do Brexit.

Até agora, o DUP, partido aliado do governo conservador, rejeitou sempre qualquer acordo que dê ao território britânico um estatuto diferente que resulte em controlos aduaneiros nas trocas com o resto do Reino Unido.

A líder do DUP, Arlene Foster, reagiu, desmentindo qualquer recuo.

“O Reino Unido deve sair [da UE] como uma nação. Estamos empenhados em ver um acordo sensato, mas não um que divida o mercado interno do Reino unido. Não vamos apoiar quaisquer medidas que criem uma barreira ao comércio entre este e oeste”, afirmou, através da rede social Twitter.

Entretanto, em declarações hoje durante um evento no norte de Inglaterra, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse estar “cautelosamente otimista” sobre a possibilidade de conseguir um acordo com a UE para o Brexit, cuja data prevista é 31 de outubro.

O gabinete do primeiro-ministro anunciou hoje que o sucessor de Theresa May vai ao Luxemburgo na segunda-feira com se encontrar com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e com o negociador-chefe da UE para o Brexit, Michel Barnier.

1
1