www.publico.ptpublico.pt - 13 set 16:37

Três feridos graves entre as 11 vítimas do acidente na Malveira

Três feridos graves entre as 11 vítimas do acidente na Malveira

Autocarro colidiu com veículo ligeiro, na tarde desta sexta-feira. Condutor do carro, que ficou encarcerado, foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Três feridos graves e um ligeiro estão entre as 11 vítimas da colisão ocorrida esta sexta-feira entre um autocarro e um veículo ligeiro de passageiros na Malveira, concelho de Mafra, disse fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa.

Fonte do CDOS de Lisboa disse à agência Lusa que, das 11 vítimas, três são graves, sendo uma delas o condutor do veículo ligeiro de passageiros, que ficou encarcerado e foi transportado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Uma quarta vítima foi classificada como ligeira e a gravidade das restantes está ainda a ser avaliada no local por bombeiros e técnicos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

De início, a página da Internet da Autoridade Nacional da Protecção Civil indicava que o acidente teria ocorrido na freguesia da Venda do Pinheiro e Santo Estêvão das Galés, mas acabou por corrigir a informação para freguesia da Malveira, ambas no concelho de Mafra, no distrito de Lisboa.

Um autocarro e um veículo ligeiro de passageiros colidiram pelas 14h13 na Estrada da Avessada, entre as localidades da Malveira e Avessada, causando 11 feridos, todos adultos, que na sua grande parte eram ocupantes do autocarro.

“Os meios estão no terreno a fazer a triagem para decidir para que hospitais vão ser transportados”, disse à agência Lusa Miguel Oliveira, comandante dos bombeiros da Malveira, no distrito de Lisboa.

O comandante do Destacamento de Mafra da GNR, Ferreira da Silva, disse à agência Lusa que “tudo aponta para uma manobra de ultrapassagem mal calculada por parte do ligeiro”, que terá resultado num “choque frontal” entre este e o autocarro, que circulava em sentido contrário.

Uma equipa do Destacamento de Trânsito de Torres Vedras está no local para investigar as causas do acidente.

A via municipal encontra-se cortada ao trânsito nos dois sentidos, afirmou a mesma fonte, não havendo previsão para ser reaberta. Ainda assim, foram criadas alternativas “para não congestionar o trânsito”, adiantou.

No local, estão 41 operacionais e 18 veículos, entre os quais as viaturas médicas de emergência e reanimação de Torres Vedras e Lisboa, uma ambulância de suporte imediato de vida de Lisboa e meios dos bombeiros da Malveira, Mafra e Montelavar.

Às 16h05, ainda se encontravam no local 38 operacionais e 15 veículos, segundo a página da Internet da ANPC.

1
1