www.jornaldenegocios.ptjornaldenegocios.pt - 11 set 14:39

Wall Street sem tendência definida de olhos na reunião da Fed

Wall Street sem tendência definida de olhos na reunião da Fed

O aproximar da reunião da Reserva Federal dos EUA, agendada para a próxima semana, está a semear algum nervosismo nos mercados. Os principais índices de Wall Street abrem a sessão de hoje sem tendência definida.

O Dow Jones perde 0,06% para 26.896,21 pontos e o Standard & Poor’s 500 avança 0,03% para 2.980,27 pontos. O tecnológico Nasdaq Composite ganha 0,07% para 8.089,68 pontos.

Os mercados estão a aguardar por mais sinais de estímulos por parte do banco central norte-americano para conter uma desaceleração na economia. O foco está na reunião da próxima semana da Fed, mas também na reunião de amanhã do Banco Central Europeu que pode abrir portas a um corte nas taxas de juro.

Hoje, o presidente dos EUA Donald Trump voltou à carga, no Twitter, atacando a política de juros que tem sido seguida pelo banco central norte-americano. No entanto, desta vez, os ataques subiram de tom, com a Reserva Federal e o seu presidente Jerome Powell a serem chamados de "idiotas" por impedirem os Estados Unidos de pagarem juros mais baixos. 

Para Trump, a taxa diretora deveria baixar para zero ou menos para que os Estados Unidos pudessem renegociar a sua dívida.

A dar algum alento à negociação estão os comentários do ministro das Finanças da China que disse que existiam 16 tipos de produtos que estariam isentos de tarifas adicionais, aliviando assim a tensão comercial com os EUA. As duas maiores economias do mundo têm encontro marcado para outubro.

Entre as empresas, as ações da Micron sobem 1,7%, acompanhando o ritmo do setor das fabricantes de chips.

A Apple, que ontem apresentou a sua nova fornada de iPhones, vai subindo 0,7%.

1
1