rr.sapo.ptOpinião de Ribeiro Cristovão - 9 set 01:00

A seleção sempre

A seleção sempre

Ainda que em plena paragem dos campeonatos nacionais o Sporting continue a ser o ponto principal da agenda desportiva, é à selecção nacional que devem ser reconhecidos os atributos demonstrados no regresso à fase de apuramento do Campeonato da Europa.

A vitória indiscutível frente à Sérvia, cujo valor, no plano colectivo, é bem inferior à categoria individual da maioria dos seus elementos, veio repor a verdade do futebol português no seu devido lugar, e relançar, com firmeza, o objectivo de entrar directamente no próximo europeu, sem pensar sequer no play-off, que não pode ser visto como tábua de salvação.

Quanto ao Sporting, o que se passa actualmente já não espanta: a família leonina prossegue o seu caminho das pedras, com divisões que se acentuam a cada notícia, a qualquer declaração.

A mais recente intervenção do presidente do clube, em entrevista à televisão do clube, ainda que tenha sido esclarecedora do ponto de vista de uma considerável maioria, também não deixou de repetir ondas que nos últimos tempos têm sido visíveis nas proximidades de Alvalade.

Veremos que novidades nos trazem os próximos tempos, com a certeza de que as apresentações que se vão seguir por parte da equipa de futebol serão decisivas para atenuar ou acentuar da crise.

Esperemos, pois, pelos resultados da intrusão de Leonel Pontes no comando leonino, depois da decisão do afastamento de Marcel Keizer que, quanto a nós, apenas pecou por tardia, tão maus estavam a revelar-se as exibições e os resultados sob o seu comando.

Da selecção, que verdadeiramente importa acima de tudo por esta altura, terá amanhã mais um compromisso que tem condições para ultrapassar com sucesso e sem grande dificuldade.

Fernando Santos e o seu grupo voltaram, pois, aos trilhos do êxito que, para ser total, terá passar por cinco vitórias em outros tantos jogos que faltam.

1
1