rr.sapo.ptrr.sapo.pt - 16 ago 01:00

Seleção portuguesa afetada por queda na Volta a França do Futuro

Seleção portuguesa afetada por queda na Volta a França do Futuro

Três dos seis ciclistas lusos caíram na primeira etapa da prova.

O ciclista Gonçalo Carvalho foi o melhor português no arranque da Volta a França do Futuro (sub-23), ao terminar na 51.ª posição da tirada, ganha pelo dinamarquês Mathias Norsgaard Jorgensen e marcada por uma queda coletiva.

O acidente, que afetou três dos seis portugueses em prova, Afonso Silva, Guilherme Mota e Marcelo Salvador, deu-se numa altura em que o pelotão tentava alcançar Jorgensen, que viria a vencer em solitário, após uma fuga de 118 quilómetros, iniciada ao décimo quilómetro na companhia do esloveno Ziga Horvat.

Depois de ter deixado a fuga ganhar uma vantagem que viria a revelar-se incontrolável, o pelotão arriscou na fase final dos 128,8 quilómetros de percurso e acabou por deixar a corrida marcada negativamente por uma queda de grandes dimensões.

Mathias Norsgaard Jorgensen cumpriu a etapa, com partida e chegada em Marmande, em 2:58.49 horas, enquanto os britânicos Ethan Hayter e Thomas Pidcook, segundo e terceiro, respetivamente, a 52 segundos, encabeçaram o pelotão.

1
1