pplware.sapo.ptpplware.sapo.pt - 15 ago 12:00

Grupos no Telegram estão a ser usados para vender dados de milhões de utilizadores

Grupos no Telegram estão a ser usados para vender dados de milhões de utilizadores

Devido ao menor controlo dentro do Telegram, têm sido encontrados vários grupos em que são vendidos dados de milhões de utilizadores, especialmente do Brasil! Desde contas de Netflix e Spotify, cartões de crédito... Até mesmo leilões de armas!

O Telegram é um dos serviços de comunicação mais usados no Brasil, mercado em que conseguiu retirar algum protagonismo ao WhatsApp depois de alguma instabilidade e bloqueios no serviço do Facebook.

Tendo em conta o menor controlo dentro do Telegram, têm sido encontrados vários grupos em que são vendidos dados de milhões de brasileiros! Desde contas de Netflix e Spotify, cartões de crédito… Até mesmo leilões de armas!

Têm sido adiantadas várias informações que dão conta de um autêntico anarquismo dentro do Telegram. São vários os grupos, alguns com mais de vinte mil membros, que são usados para vender dados e contas de milhões de utilizadores. A maior parte são brasileiros, país que tem uma imensa comunidade no Telegram.

Cansado de pagar caro para ter acesso à internet, Netflix e Spotify? Pague R$ 100 e receba um cartão de crédito com limite de R$ 1.000 para gastar em compras. Precisando de renda extra? Que tal vender contas Netflix? Você paga R$ 1 em cada conta e vende a R$ 20. Só precisa de celular! Venda de recargas para qualquer operadora a 50% do valor nas recargas de R$ 20 pra cima.

| exemplos de anúncios que podem ser encontrados nestes grupos

Estas ofertas, obviamente ilegais, são publicadas inúmeras vezes nestes grupos. O anonimato que o Telegram proporciona é um dos aspetos que torna atrativo o uso desta plataforma para fins ilícitos. Desde contas de Netflix e Spotify, a cartões de crédito, passando por documentos (RG e CPF), informações pessoais, cadastros falsos, IPTV, dinheiro falso, tráfico de droga e até mesmo leilões de armas!

Segundo a BBC Brasil, existem mais de uma centena de grupos dedicados a estes fins. Contudo, as autoridades têm dificuldades em identificar os criminosos e em bloquear estes grupos.

Não obstante, caso haja detenção e provas dos crimes, a pena pode ser pesada! Quem vende ou compra informações pessoais de terceiros nesses grupos de Telegram pode responder por estelionato, crime com pena prevista entre 1 e 5 anos de prisão.

O lado obscuro do Telegram…

Terroristas têm um app de chat favorita! Saiba qual é

1
1