www.dinheirovivo.ptdinheirovivo.pt - 15 ago 21:49

Mediação termina três horas após ser requerida

Mediação termina três horas após ser requerida

"Não é viável fazer um processo de mediação" diz o secretário de Estado do Emprego

O Governo acaba de decretar o fim do processo de mediação do conflito que opõe motoristas e patrões, pouco mais de três horas passadas desde que o Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas solicitou a intermediação do Governo e este aceitou ser mediador.

Miguel Cabrita, secretário de Estado do Emprego, que a recusa da ANTRAM em se sentar à mesa das negociações impede qualquer mediação. “Não é viável fazer um processo de mediação”. “O processo de mediação só avança quando tem viabilidade” e “depende da vontade das partes”, afirmou o governante, em conferência de imprensa, em Lisboa.

“O que é claro para o Governo – já era antes, mas não deixámos de fazer o que era a nossa obrigação – é que para que qualquer processo de mediação só é possível num quadro em que a greve não está ativa. E desse ponto de vista o quadro tem algumas condições de viabilidade”, afirmou, reiterando a disponibilidade do Governo para fazer a mediação entre as partes.

Antes, o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, tinha dito que o Governo ia nomear um mediador para tentar terminar o conflito entre a ANTRAM e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP).

Esta tarde, o SNMMP pediu a mediação do Governo para chegar a um entendimento que permita terminar a greve.

A ANTRAM respondeu que, se os sindicatos desconvocarem a greve, podem reunir-se já na sexta-feira.

1
1