visao.sapo.ptAna Alexandra Carvalheira - 15 ago 20:00

Pornografia e prazer: A força dos estímulos

Pornografia e prazer: A força dos estímulos

Não venho em defesa do slow sex nem do fast sex, com mão e pornografia ou apenas imaginário erótico. Cada um faz as suas escolhas em liberdade. Pretendo apenas alertar para a possibilidade de surgirem problemas, que muitas vezes surgem, e para a necessidade de os resolver, sem deixar passar muito tempo

Disponível a qualquer hora do dia ou da noite, de acesso fácil, gratuito e rápido, existem conteúdos para todos os gostos. Dos mais convencionais aos mais bizarros. Atualmente, quando falamos de pornografia, falamos de pornografia na Internet. Os mais jovens nem sabem que até à década de 90 do século passado, o acesso à pornografia era através de revistas que não se compravam em todos os quiosques e de vídeo-cassetes alugadas da estante mais escondida do clube de vídeo. Sempre existiu dirigida a homens e nos últimos vinte anos produzida por e para mulheres.

O lado mais positivo da pornografia está relacionado com a abertura à diversidade e a novos cenários e fantasias sexuais e ao mesmo tempo pode dar permissão e validação de fantasias já existentes. Pode ser um acelerador da excitação que traz o prazer ou o alívio da tensão sexual num contexto individual, e também pode ser partilhada em conjunto como parceiro ou parceira.

Mas este artigo não é sobre os benefícios nem os malefícios da pornografia. . O tempo é sempre um grande inimigo quando há dificuldades sexuais.

ASSINE POR UM ANO A VISÃO, VISÃO JÚNIOR, JL, EXAME OU EXAME INFORMÁTICA E OFERECEMOS-LHE 6 MESES GRÁTIS, NA VERSÃO IMPRESSA E/OU DIGITAL. Saiba mais aqui.
1
1