www.publico.ptpublico.pt - 15 ago 14:12

Aterragem de emergência perto de aeroporto de Moscovo faz 50 feridos

Aterragem de emergência perto de aeroporto de Moscovo faz 50 feridos

Os motores do avião começaram a falhar depois da colisão com aves e o piloto acabou por ter que aterrar num campo de milho.

A aterragem de emergência de um avião num campo agrícola junto a um dos aeroportos de Moscovo, na Rússia, provocou esta quinta-feira pelo menos 50 feridos, anunciaram as autoridades russas.

O avião de passageiros da Ural Airlines A321 tinha como destino a Crimeia, transportava 226 passageiros e sete tripulantes, colidiu com um bando de aves quando fazia a descolagem do aeroporto Zhukovsky, em Moscovo.

Os motores do avião começaram a falhar depois da colisão — algumas das aves ficaram presas no motor — e o piloto foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência num campo de milho, a cerca de um quilómetro do aeroporto.

As autoridades russas informaram que cerca de 50 pessoas, incluindo 17 crianças, foram assistidas no local por apresentarem lesões, sendo que pelo menos seis foram hospitalizadas.

Vários vídeos que foram sendo partilhados nas redes sociais mostram os passageiros do voo U6178 a sair do avião e a caminhar pelo campo de milho.

De acordo com o The Guardian, o Kremlin já elogiou publicamente os dois pilotos russos, apelidando-os de "heróis” e, segundo o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, os dois vão receber prémios do Governo. "Damos os parabéns aos pilotos-heróis que salvaram a vida destas pessoas”, referiu.

Damir Yusupov, de 41 anos, e o seu co-piloto Georgy Murzin, de 23 anos, foram também elogiados pela companhia aérea pelo seu profissionalismo numa circunstância tão complicada. “Precisamente por causa do seu profissionalismo, autocontrolo e acções coordenadas, conseguiram aterrar um avião sem consequências trágicas”, lê-se num comunicado da Ural Airlines.

Yusupov já realizou mais de 3 mil horas de voo e o seu co-piloto, contratado no ano passado, tem um total de 600 horas de voo.

1
1